Acontecimentos históricos do dia 7 de Junho

1913 — Nasce na cidade de São Marcos (RS) o colonizador e pioneiro de Toledo, Alfredo Paschoal Ruaro. Foi um dos sócios fundadores da Maripá (...)

|| Alfredo Paschoal Ruaro, gaúcho de São Marcos, fundador da cidade de Toledo (PR), nascido em junho de 1913. 
Imagem: Acervo Roberto Marin/Alceu Sperança - FOTO 1 -
|| Alfredo Paschoal Ruaro, gaúcho de São Marcos, fundador da cidade de Toledo (PR), nascido em junho de 1913.
Imagem: Acervo Roberto Marin/Alceu Sperança - FOTO 1 -
|| Marco do Tratado de Tordesilhas existente na cidade de Cananéia (SP). 
Imagem : Acervo Edson Muniz/ Facebook - FOTO 2 -
|| Marco do Tratado de Tordesilhas existente na cidade de Cananéia (SP).
Imagem : Acervo Edson Muniz/ Facebook - FOTO 2 -
|| Chegada dos primeiros imigrantes Suábios do Danúbio no Porto Santos, em junho de 
Imagem: Acervo Universidade Federal de Goiás (UFG) - FOTO 3 -
|| Chegada dos primeiros imigrantes Suábios do Danúbio no Porto Santos, em junho de
Imagem: Acervo Universidade Federal de Goiás (UFG) - FOTO 3 -
|| Casal Adolina (nascida Kramer) e José  Hassemer. O casal com os filhos foram moradores pioneiros na Linha Ajuricaba, onde chegaram em junho de 1953.
Imagem: Acervo Roberto Hassemer - FOTO 4
|| Casal Adolina (nascida Kramer) e José Hassemer. O casal com os filhos foram moradores pioneiros na Linha Ajuricaba, onde chegaram em junho de 1953.
Imagem: Acervo Roberto Hassemer - FOTO 4
|| Casal Francisca Vilma (nascida Hassemer) e Osvino Ernesto  Wolfart com a filha Enna c.c. Plínio Zastrow  com o filho do casal no colo e filha à frente; o filho Claúdio,  a filha Gladis c.c. Jordino Löwe, a filha Inge, e os filhos Egon e Irineu.
O casal com três primogênitos chegaram de mudança em Marechal Cândido Rondon, em junho de 1953.
Imagem: Acervo aquiagora.net - FOTO 5 –
|| Casal Francisca Vilma (nascida Hassemer) e Osvino Ernesto Wolfart com a filha Enna c.c. Plínio Zastrow com o filho do casal no colo e filha à frente; o filho Claúdio, a filha Gladis c.c. Jordino Löwe, a filha Inge, e os filhos Egon e Irineu.
O casal com três primogênitos chegaram de mudança em Marechal Cândido Rondon, em junho de 1953.
Imagem: Acervo aquiagora.net - FOTO 5 –
|| Conorato Lohmann recostado junto a lataria do caminhão que traz a sua mudança a então General Rondon. O pioneiro faleceu em junho de 1978.
Imagem: Acervo Orlando e Rafael Sturm - FOTO 6 -
|| Conorato Lohmann recostado junto a lataria do caminhão que traz a sua mudança a então General Rondon. O pioneiro faleceu em junho de 1978.
Imagem: Acervo Orlando e Rafael Sturm - FOTO 6 -
|| Enchente do Rio Cavernoso em junho de 2014.
Imagem: Acervo Portal Cantagalo - FOTO 7 -
|| Enchente do Rio Cavernoso em junho de 2014.
Imagem: Acervo Portal Cantagalo - FOTO 7 -
|| Pioneira rondonense Amara Antônia Lins, uma das primeiras afrodescendentes a residir em Marechal Cândido Rondon, falecida em junho de 2017.
Imagem: Acervo Mirely Lins Weirich - FOTO 8 -
|| Pioneira rondonense Amara Antônia Lins, uma das primeiras afrodescendentes a residir em Marechal Cândido Rondon, falecida em junho de 2017.
Imagem: Acervo Mirely Lins Weirich - FOTO 8 -
|| Casal pioneiro Amara Antonia e Benedito Firmino Lins, no distrito rondonense de Novo Horizonte. 
Imagem: Acervo Mirely Lins Weirich - FOTO 9 -
|| Casal pioneiro Amara Antonia e Benedito Firmino Lins, no distrito rondonense de Novo Horizonte.
Imagem: Acervo Mirely Lins Weirich - FOTO 9 -
|| Paleontólogo  rondonense Sandro Scheffler, curador da exposição
|| Paleontólogo rondonense Sandro Scheffler, curador da exposição " No tempo que o Brasil era mar", em junho de 2017.
Imagem: Acervo pessoal - FOTO 10 -
|| Novo visual da agência da Sicredi PR/SP, em São José das Palmeiras, inaugurado em junho de 2018. 
Imagem: Acervo Sicredi Aliança PR/SP - FOTO 11 -
|| Novo visual da agência da Sicredi PR/SP, em São José das Palmeiras, inaugurado em junho de 2018.
Imagem: Acervo Sicredi Aliança PR/SP - FOTO 11 -
|| Solenidade de abertura da agência revitalizada da Sicredi PR/SP, na cidade de São José das Palmeiras. 
Da esquerda à direita: Fernando Fenner, diretor-executivo da Sicredi Aliança PR/SP; Vânia Vergani, gerente da unidade de São José das Palmeiras; Adolfo Freitag, presidente do Conselho de Administratção da Sicredi Aliança PR/SP; e Adriane Gomes, vice-prefeita de São José das Palmeiras. 
Imagem: Acervo Imprensa da Cooperativa de Crédito - FOTO 12 -
|| Solenidade de abertura da agência revitalizada da Sicredi PR/SP, na cidade de São José das Palmeiras.
Da esquerda à direita: Fernando Fenner, diretor-executivo da Sicredi Aliança PR/SP; Vânia Vergani, gerente da unidade de São José das Palmeiras; Adolfo Freitag, presidente do Conselho de Administratção da Sicredi Aliança PR/SP; e Adriane Gomes, vice-prefeita de São José das Palmeiras.
Imagem: Acervo Imprensa da Cooperativa de Crédito - FOTO 12 -
|| Vice-prefeito municipal de Entre Rios do Oeste, Ari Maldaner, discursando durante a solenidade de formatura de alunos de seu município no Proerd, em junho de 2019.
Imagem: Acervo Imprensa - PM - Entre Rios do Oeste - Crédito: Patty Porto - FOTO 13 -
|| Vice-prefeito municipal de Entre Rios do Oeste, Ari Maldaner, discursando durante a solenidade de formatura de alunos de seu município no Proerd, em junho de 2019.
Imagem: Acervo Imprensa - PM - Entre Rios do Oeste - Crédito: Patty Porto - FOTO 13 -
|| Rondonense Sérgio Kirsten, jornalista de formação, falecido em junho de 2021, em Curitiba.
Imagem: Acervo Rui Kirsten - FOTO 14 -
|| Rondonense Sérgio Kirsten, jornalista de formação, falecido em junho de 2021, em Curitiba.
Imagem: Acervo Rui Kirsten - FOTO 14 -
|| Pioneira rondonense Bernardete Guesser Richart,  falecida em junho de 2021. Imagem: Acervo Capela São Paulo de Vila Curvado/Facebook - FOTO 15 -
|| Pioneira rondonense Bernardete Guesser Richart, falecida em junho de 2021. Imagem: Acervo Capela São Paulo de Vila Curvado/Facebook - FOTO 15 -
|| Suinocultor rondonense Verner Horn  impactado em sua atividade empresarial pela crise na suinocultura brasileira, em junho de 2022. 
Imagem: Acervo O Presente - FOTO 16 -
|| Suinocultor rondonense Verner Horn impactado em sua atividade empresarial pela crise na suinocultura brasileira, em junho de 2022.
Imagem: Acervo O Presente - FOTO 16 -
|| Wilmuth Rusch, pioneiro do distrito de Novo Sarandi, município de Toledo (PR), falecido em junho de 2022.
Imagem: Acervo Gabriel Bersch - FOTO 17 -
|| Wilmuth Rusch, pioneiro do distrito de Novo Sarandi, município de Toledo (PR), falecido em junho de 2022.
Imagem: Acervo Gabriel Bersch - FOTO 17 -
|| Nelson Boiago, pioneiro e político de Assis Chateaubriand (PR), falecido em junho de 2023.
Imagem: Acervo Rádio Vale Verde FM - FOTO 18 -
|| Nelson Boiago, pioneiro e político de Assis Chateaubriand (PR), falecido em junho de 2023.
Imagem: Acervo Rádio Vale Verde FM - FOTO 18 -
|| Entardecer na cidade de Marechal Cândido Rondon em 07 de junho de 2023, com destaque para o ipê florido à Rua Independência, entre as Ruas Espírito Santo e Rio de Janeiro.
Imagem: Acervo Projeto Memória Rondonense - FOTO 19 -
|| Entardecer na cidade de Marechal Cândido Rondon em 07 de junho de 2023, com destaque para o ipê florido à Rua Independência, entre as Ruas Espírito Santo e Rio de Janeiro.
Imagem: Acervo Projeto Memória Rondonense - FOTO 19 -
|| Amanhecer na região da cidade de Marechal Cândido Rondon, em 07 de junho de 2024.
Imagem: Acervo e crédito de Roberto Kleinschmidt - FOTO 20 -
|| Amanhecer na região da cidade de Marechal Cândido Rondon, em 07 de junho de 2024.
Imagem: Acervo e crédito de Roberto Kleinschmidt - FOTO 20 -
|| Solenidade de inauguração da nova sede na 2ª Cia. do Batalhão de Polícia de Fronteira (NFRON), na cidade de Guaíra, em junho de 2024.
Imagem: Acervo AEN.PR - crédito de Roberto DziuraJr - FOTO 21 - 
Da esquerda à direita: 1 e 2º - não identificados, 3º - secretário de Estado de Segurança Pública, Hudson Leôncio Teixeira, 4º - Gileade Osti, 5º prefeito municipal Heraldo Trento, 6º diretor brasileiro da Itaipu Binacional, Enio Verri; 7º -deputado estadual Elton Welter, e 8º e 9º - não identificados.
|| Solenidade de inauguração da nova sede na 2ª Cia. do Batalhão de Polícia de Fronteira (NFRON), na cidade de Guaíra, em junho de 2024.
Imagem: Acervo AEN.PR - crédito de Roberto DziuraJr - FOTO 21 -
Da esquerda à direita: 1 e 2º - não identificados, 3º - secretário de Estado de Segurança Pública, Hudson Leôncio Teixeira, 4º - Gileade Osti, 5º prefeito municipal Heraldo Trento, 6º diretor brasileiro da Itaipu Binacional, Enio Verri; 7º -deputado estadual Elton Welter, e 8º e 9º - não identificados.
|| Nova sede da 2ª Companhia do Batalhão de Polícia de Fronteira (BPFron), na cidade de Guaíra, inaugurada em junho de 2024.
Imagem: Acervo AEN-PR - crédito de Roberto Dziura Jr - FOTO 22 -
|| Nova sede da 2ª Companhia do Batalhão de Polícia de Fronteira (BPFron), na cidade de Guaíra, inaugurada em junho de 2024.
Imagem: Acervo AEN-PR - crédito de Roberto Dziura Jr - FOTO 22 -

1494 — É assinado o Tratado de Tordesilhas¹ pelos reinos de Portugal e Espanha. Pelo acordo firmado, o Oeste do Paraná ficou como território espanhol (COSTA, Luiz Alberto Martins da. Calendário Histórico de Toledo — Cronologia de Fatos, Registros e Curiosidades da História do Município de Toledo. Toledo:  GFM Gráfica & Editora, 2009,  p.116). -- FOTO 2 --
 

¹ Essa linha fronteiriça foi modificada pelo Tratado de Santo Ildefonso, que fixou o Rio Paraná como novo limite de divisas entre os dois reinos (nota do pesquisador).

___________________________________

1913 — Nasce na cidade de São Marcos (RS) o colonizador e pioneiro de Toledo, Alfredo Paschoal Ruaro. Foi um dos sócios fundadores da Maripá, compradora da antiga Fazenda Britânia. Após três anos à frente da empresa, Ruaro junto com outros sócios funda a firma Pinho & Terras¹, colonizadora da região que deu origem as cidades de Céu Azul, Matelândia, Medianeira, São Miguel do Iguaçu e Santa Terezinha de Itaipu (BEAL, Vitor. Um Coração Valente — História do Padre Antônio Patuí — Fatos da Colonização de Toledo e Oeste do Paraná. Toledo: GFM Gráfica e Editora, 2012, p. 3 ). -- FOTO 1 -- 
 

¹ No atual município de Marechal Cândido Rondon foi colonizadora e fundadora  do distrito de Porto Mendes e de sua atual sede distrital. A colonização, por parte dessa firma, é resultado de negociações internas na empresa Maripá (nota do pesquisador). 

____________________________________

1951 — É noticiado pelo jornal curitibano ""Diário da Tarde", a  chegada da primeira leva de imigrantes alemães¹, expatriados da antiga Iugoslávia após o término da Segunda Guerra Mundial, por imposição da Rússia, ao país políticamente por ela dominado e manipulado (in: ed. 07.06.1951, nº 17.341, p. 2 e 6 — Biblioteca Nacional Digital).  -- FOTO 3 -- 
 

¹ A imigração deu origem à Colônia Entre Rios, no município de Guarapuava. Estes imigrantes são conhecidos como Suábios do Danúbio.

 Jovens rondonenses casaram com filhos de descendentes desses imigrantes e outros jovens se vincularam com a Colônia por relações de trabalho (nota do pesquisador). 

___________________________________

1953 — Chega de mudança em Marechal Cândido Rondon, após três dias de viagem, o casal pioneiro Adolina (nascida Kramer) e José Hassemer, em companhia dos filhos Rudolfo, Hertha, Rudi, Rolf, Irmgard e Roberto, procedente de Arabutã, então pertencente ao município de Concórdia (SC). O casal foi pioneiro da Linha Ajuricaba (colaborou Roberto Hassemer)  -- FOTO 4 -- 

___________________________________

1953 — Chega de mudança em Marechal Cândido Rondon, após três dias de viagem, o casal Francisca Vilma (nascida Hassemer) e Osvino Ernesto Wolfart, em companhia dos filhos Enna, Claúdio  e Gladis, procedente de Arabutã, então pertencente ao município de Concórdia (SC).

 A mudança foi transportada pelo caminhão de propriedade e motorista Albano Gewehr. O casal descarregou a mudança junto ao depósito de bebidas pertencente na época aos senhores Paulo Nack e Hugo Borgmann. O casal morou neste local até o dia 21 de março de 1956, quando a família foi a quarta a instalar-se na sede distrital rondonense de Iguiporã.

Detalhe: Os irmãos José e Francisca Vilma Hassemer são filhos do casal de imigrantes alemães Karl Hassemer e Marianne Priegels, que instalou-se na cidade de Erechim (RS). Karl Hassemer veio trabalhar na Estrada de Ferro São Paulo – Rio Grande do Sul.  Osvino Ernesto Wolfart é tetraneto do casal alemão imigrante Catharina  (nascida Herrmann) e Valentim Wolfart, naturais de Bermesheim v. d. Höhe,  do antigo Ducado do Hesse, Alemanha  (nota do pesquisador) -- FOTO 5 -- 
 

Ver mais, clique aqui

___________________________________

1977 — Acontece  na sede distrital rondonense¹ Iguiporã a fusão do Esporte Clube Ouro Verde, da Linha Ouro Verde ne a Sociedade Esportiva e Recreativa União, da sede distrital, o que origem a Sociedade Esportiva e Recreativa Iguiporã (nota do pesquisador).
 

¹ Gentílico do município de Marechal Cândido Rondon (PR).

___________________________________

1977 — Acontece na sede distrital rondonense de Margarida, com a organização do então Grêmio Estudantil Santos Dumont,  Maratona Cultural, evento da ARES - Associação Rondonense de Estudantes Secundários (Rádio Difusora Rondon, Frente Ampla de Notícias. Marechal Cândido Rondon:  vol. 35, de 29.4.77 a 11.6.77. Programa de Rádio). 

___________________________________

1977 — A empresa Equagril, da cidade de Palotina, comprou o setor de revenda de tratores Ford, da Mercantil e Industrial GK, de propriedade do pioneiro rondonense Guinter Kleemann, localizada a Avenida Irio Jacob Welp, na cidade de Marechal Cândido Rondon (PR).

___________________________________

1978 — Falece o pioneiro rondonense Conorato Lohmann, aos 81 anos. Era natural de Estrela RS), filho de Guilhermina e Germano Lohmann. Seu corpo é sepultado no cemitério público da cidade de Marechal Cândido Rondon. 

O pioneiro foi, por muitos anos, motorista do caminhão de propriedade do pioneiro rondonense Henrique Sturm. Veículo usado para transporte de mudança do Rio Grande do Sul e, em Marechal Cândido Rondon, para transporte de toras para a serraria do empregador que este tinha na atual localidade rondonense de Novo Horizonte. O caminhão, muitas vezes, serviu também para levar pessoas doentes para hospitais.

O óbito foi lavrado no Registro Civil de Marechal Cândido Rondon no Livro C-03, fls. 191, Termo n.º 340, em 12/06/1978 (NB). - FOTO 6 -- 

___________________________________

2003 — A administração pública de Pato Bragado conclui o programa de propiciar 100% de água encanada e tratada para toda a população do município (COSTA, Luiz Alberto Martins da. Calendário Histórico de Toledo — Cronologia de Fatos, Registros e Curiosidades da História do Município de Toledo. Toledo:  GFM Gráfica & Editora, 2009. p. 116)

___________________________________

2003 — Matérias divulgadas pela imprensa registram que o município de Quatro Pontes tem o menor índice de analfabetismo do Paraná e que 100% das crianças locais estão matriculadas nas escolas. As mesmas informações revelam que apenas 2.4% de adolescentes com mais de 15 anos não estão frequentando o ensino escolar (COSTA, Luiz Alberto Martins da. Calendário Histórico de Toledo — Cronologia de Fatos, Registros e Curiosidades da História do Município de Toledo. Toledo: GFM Gráfica & Editora, 2009. p.126)

__________________________________

2011 — Falece o pioneiro do distrito rondonense de Iguiporã, senhor Martin Albrecht, aos 79 anos, em decorrência de insuficiência respiratória, caquexia e câncer pancreático. Seu corpo é sepultado no cemitério da sede distrital citada.

Natural de Lagoa Vermelha (RS), nascido wm '8 de setembro de 1932, era filho do casal Ema (nascida Sontag) e de Alfredo Albrecht. O pioneiro casou-se em Marechal Cândido Rondon com Toni Laske e com ela formou família com o nascimento dos filhos Ademir, Vitor e Valdecir.

O óbito foi registrado no Livro C-15, fls.297, termo 6.672, em 16 de junho de 2011, no Registro Civil de Marechal Cândido Rondon (nota do pesquisador).

__________________________________

2014 — Chuvas volumosas, que seguem no dia seguinte, provocam grandes enchentes, alagamentos e danificam estradas e pontes no Paraná. Causa a morte de 11 pessoas e 171 pessoas ficam feridas, além de milhares de desabrigadas e desalojadas.

A enchente do Rio Cavernoso, entre os municípios de Cantagalo e Guarapuava, interrompe o tráfego¹ de veículos na BR 277, rodovia  transversal  do Estado, que interliga o Oeste ao Leste.

Entre as 162 cidades paranenses atingidas pelo temporal, União da Vitória é mais prejudicada em virtude da cheia do Rio Iguaçu (Globo.G1/Paraná). -- FOTO 7 --

Na região de Marechal Cândido Rondon o maior volume de chuvas se deu no município de Entre Rios do Oeste: 285mm.
 

¹ O jornalista Harto Viteck, coordenador do Projeto Memória Rondonense, na época trabalha na Assembleia Legislativa do Estado do Paraná, no gabinete do deputado estadual Elio Rusch, viveu o drama de não poder se deslocar de Marechal Cândido Rondon para Curitba (nota do pesquisador).

___________________________________ 

2017 — Falece  a pioneira Amara Antônia Lins (nascida Amara Belarmina da Conceição), que chegou à região de Mercedes Velha (Novo Horizonte) em 1958, no atual município de Marechal Cândido Rondon, em companhia do esposo e família. 

Mãe de 13 filhos, Amara foi a matriarca de uma das primeiras famílias afrodescendentes a desembarcarem na localidade. Naquela comunidade rondonense, até 1973, trabalharam como agricultores arrendatários.

Amara Antônia Lins era natural de Panelas (Pernambuco) e filha do casal Belarmina Maria Conceição e João Antonio da Silva. 

Casou-se e divorciou-se do também pioneiro Benedito Firmino Lins, filho de Firmina Sinhorinha Pereira e Antônio Firmino Lins. COm, ele Amara Antonia teve os filhos: Uilsa, Ulizia, Udilma, Ulice, Ovilma, Uvilza e Udila.

Curiosidade sobre os nomes: Quixabeira era o nome do chefe do cangaço de Lampião e padrinho da filha mais velha (Uilma), e  este aconselhou o pai a manter os nomes dos filhos todos com a mesma inicial,  pois era algo promissor. O nome que inicia com O foi erro do cartorário no momento do registro. Os filhos mais velhos (Udilma, Uilsa, Uilson e Ulizia), nasceram em Alagoas, sendo Ulizia a primeira paranaense da família.

O casal Benedito Firmino e Amara Antônia e filhos chegaram ao Paraná na região do Norte Pioneiro, em Marumbi, por volta de 1953, e permaneceram naquela região até final de 1957; e em meados de 1958, migraram ao Oeste do Paraná,  para a região do Arroio Guaçú. No atual município de Mercedes, para derrubada de mato, acreditando no discurso de que para cada determinada área derrubada, seria dado uma parte em terras.

Logo de início foi descoberto que a realidade não era bem essa e a família procurou outra forma de sobreviver na região. Foi então que a família conseguiu na antiga Mercedes Velha (Novo Horizonte), uma área de terra para trabalhar como agricultores arrendatários nas propriedades de Lito Boehm.  Mudaram-se para esta propriedade em dezembro de 1958, e no local já havia uma casa de madeira, onde fixaram residência até 1964. Depois, permanecendo na localidade, assumiram compromisso com outro patrão: Gentil Forlin, para quem trabalharam até 1973.

Conta Udilma, historiadora e filha do casal “Não compramos terra porque meu pai não gostava de fazer dívida. A família Lins foi uma das primeiras afrodescendentes que chegou no atual distrito rondonense de Novo Horizonte. Seu Benedito tinha fama de bravo e mantinha alguns costumes do povo nordestino, sendo rígido com os filhos com relação a brincadeiras e visitas. Mantinha uma tradição de realizar festas de São João no dia 23 de Junho, sendo pioneiro também nesse atrativo, quando montava uma grande fogueira, servia vinho, canjica, amendoim, batata e bolo de mandioca. Realizavam adivinhações e tornavam-se compadres, com uma brincadeira em volta da fogueira” (mensagem recebida de Mirely Lins Weirich, via Facebook, em 08.06.2017). -- FOTO  8 e 9 --  

___________________________________

2017 — Acontece no Museu Nacional do Rio de Janeiro, a abertura da esposição "No tempo em que o Brasil era mar", com a curadoria do palenteólogo rondonense Sandro Scheffler¹. -- FOTO 10 --
 

¹ O palenteólogo é filho do casal rondonense Ilone (nascida Schramm) e Arno Scheffler. 

___________________________________

2018 — A Sicredi Aliança PR/SP, com sede central na cidade de Marechal Cândido Rondon, inaugura a revitalização de sua agência da cidade de São José das Palmeiras . Com a reforma a unidade de atendimento recebeu a nova identidade visual do Sicredi (nota do pesquisador). -- FOTOS 11 e 12 --

___________________________________

2019 — Acontece na cidade de Entre Rios do Oeste, a formatura de 59 alunos da rede municipal de ensino no Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência - PROERD - (O Presente. Marechal Cândido Rondon: ed. 14 de junho de 2019, p. 36 e 37). -- FOTO 13 --

___________________________________

2020 — A Secretaria Municipal de Quatro Pontes (PR) confirma o primeiro caso positivo de morador acometido pelo novo coronavírus (COVID 19).

___________________________________

2021 — Falece em Curitiba o rondonense Sérgio Ricardo Kirsten, aos 54 anos, em decorrência de um câncer encefálico. Seu corpo é sepultado na Capital Paranaense.

Era terceiro filho do casal rondonense Lourdes (nascida Walter) e Lorival José Kirsten (precedeu-lhe na morte), sendo seus irmãos Rui, Nei e Jaime. Era casado com Gilmara Amaral com quem formou família com o nascimento dos filhos Guilherme (11 anos) e Gustavo (9 anos).

Jornalista de formação, Sérgio integrava há anos a equipe do padre Reginaldo Manzotti. Antes atuou em outros canais de televisão, em Curitiba.

Em Marechal Cândido Rondon, na década de 1980, foi funcionário da Rádio Difusora do Paraná. Deixou a emissora para estudar e trabalhar na Capital (colaborou Rui Kirsten). -- FOTO 14 --

____________________________________

2021 — O governador do Paraná, Ratinho Júnior, decreta luto de três dias pelas vítimas do coronavírus no Estado. Na data do decreto, o Paraná registrava 27.014 óbitos e 1.115.630 casos confirmados desde o início da pandemia no Estado (O Presente. Marechal Cândido Rondon: ed. 08 de junho de 2021, p. 08).

___________________________________

2021 — Falece a pioneira rondonense Bernardete Guesser Richart, aos 72 anos, moradora em Vila Curvado, município de Marechal Cândido Rondon (PR), em decorrência de um câncer. Seu corpo é sepultado no cemitério público da localidade (nota do pesquisador). -- FOTO 15 --

___________________________________

2022 — O suinocultor rondonense Verner Horn afirma que a crise na suinocultura brasileira está causando-lhe um prejuízo anualmente de R$ 3,7 milhões: "Ninguém guarda dinheiro para aguentar isso, porque tem prestações das granjas para pagar. A nossa situação ficou insuportável. Se o governo não olhar por nós, seja com anistia, mais prazo ou juros subsidiados, vai ser o caos na suinocultura".

A causa para a nova crise na suinocultura é decorrente dos altos custos de produção, baixa remuneração e oferta excessiva de animais para abate no mercado (O Presente. Marechal Cândido Rondon: ed. 07 de junho de 2022, p. 29 e 29).  -- FOTO 16 --

____________________________________

2022 — Falece o pioneiro do distrito de Novo Sarandi, município de Toledo (PR), Wilmuth Rusch, aos 99 anos, de causas naturais. Seu corpo é sepultado no cemitério público local. 

Natural do Rio Grande do Sul, era casado com Romilda, com quem formou família com o nascimento dos filhos Jurema, Leane, Cenir, Marlise e Anna (colaborou Gabriel Bersch). -- FOTO 17 --

___________________________________

2023 — Falece na cidade de Cascavel, onde estava internado, Nelson Boiago, aos 77 anos, pioneiro e morador na cidade Assis Chateubriand (PR). Seu corpo é sepultado no Cemitério Jardim da Paz, da cidade que que residia.

Boiago exerceu do cargo de vice-prefeito de Assis Chateaubrand e três vez o cargo do presidente do Legislativo Municipal local. Foi uma personalidade marcante da política do Oeste do Paraná. -- FOTO 18 --

___________________________________

2023 — A Cooperativa Agroindustrial Copagril realiza Dia de Campo Milho Safrinha 2023, em sua Estação Experimental, na cidade de Marechal Cândido Rondon. A propósito do evento, a cooperativa, por sua coordenadoria de comunicação, distribuiu a seguinte nota informativa:
 

       Dia de Campo Milho Safrinha Copagril apresentou novidades em híbridos

       O Dia de Campo Milho Safrinha Copagril 2023 que acontece ontem (07), na Estação Experimental Copagril em Marechal Cândido Rondon, trouxe aos associados, produtores e visitantes, todas as novidades dos híbridos de milho disponíveis no mercado, além de tecnologias da agricultura 5.0, e os melhores equipamentos para o cultivo da cultura.
       Associados e produtores do Paraná e Mato Grosso do Sul, que são áreas de atuação da Copagril, além de visitantes da região prestigiaram o evento e conferiram de perto todas as novidades apresentadas nesta edição do Dia de Campo Milho Safrinha.
      Segundo o diretor-presidente da Copagril, Eloi Darci Podkwa, o Dia de Campo Milho Safrinha cumpre um papel muito importante de oportunizar ao público comparar os diferentes híbridos visando decidir pelos materiais que melhor se adaptam à região onde são cultivados pelos agricultores. “É uma alegria estar na companhia dos nossos associados e clientes, contribuindo para que eles possam conferir o que existe de melhor para a cultura do milho e ter melhor produtividade, manejo, e melhor qualidade do material escolhido”, declarou.
       Ao longo do dia, o público pode conhecer mais de 30 híbridos de milho através de empresas parceiras, que apresentaram seus cultivares e explicaram aos produtores as principais características dos materiais, tais como desenvolvimento vegetativo, qualidade de grãos e espiga, tolerância a pragas e doenças, para que assim eles possam escolher qual se adapta melhor as suas necessidades.

       Atrações

       Uma das atrações deste ano foi a demonstração do uso de drone (modelo vant - Veículo aéreo não tripulado) para diagnosticar pragas, doenças e plantas
daninhas de modo preditivo nas áreas de cultivo, visando à elaboração de mapas de aplicação de defensivos com precisão.
       Esse serviço faz parte do programa Agricultura 5.0 da Copagril onde se aplica a I.A. Inteligência Artificial, em parceria com a NetWord Agro, e tem sido usufruído por vários associados da cooperativa, que já modernizaram suas práticas de manejo agrícola.
       Além disso, os visitantes tiveram a oportunidade de conferir os defensivos agrícolas indicados para a cultura do milho; condicionadores de solo; e fertilizantes foliares.
       De acordo com o superintendente comercial e coordenador do Dia de Campo Milho Safrinha, Enoir José Primon, a Copagril se preocupa muito com o desempenho e sanidade da lavoura, principalmente pelos desafios encontrados na produção da cultura.
       “Muitas empresas estão envolvidas neste evento juntamente com a nossa área técnica, para poder oferecer ao produtor o que há de melhor. Temos a preocupação de trazer novidades e tecnologias para o desenvolvimento da cultura, para mostra ao produtor que o investimento do futuro precisa ser feito
agora”, declarou Primon.
       Os produtores de gado leiteiro que visitaram o local do evento tiveram acesso às parcelas de pastagens de inverno e híbridos de alta qualidade tecnológica, capazes de fornecer ao animal uma alimentação completa, compotencial de aumentar a produtividade do rebanho.


Saber mais, clique aqui

___________________________________

2023 — A quarta-feira amanhece sem nebulosidade e assim se mantém durante o dia na cidade de Marechal Cândido Rondon. Temperatura ao alvorecer de 15 graus. A máxima do dia alcança os 26 graus (aferição feita via aplicativo digital AccuWeather). Ventos do quadrante Nordeste, fracos (nota do pesquisador). -- FOTO 19 --

___________________________________

2024 — É sexta-feira. O dia amanhece na cidade de Marechal Cândido Rondon com temperatura de 16 graus e ventos do quadrante Nordeste, fracos. Céu sem nebulosidade ao manhecer. À tarde, presença esparsa de formações de nuvens stratus.  Ao final da tarde, presença de nebulosidade identificada como cirrus. A temperatura máxima do dia atinge os 29 centígrados com sensação térmica de 32,5° Celsius (aferição feita via aplicativo digital AccuWeather (nota do pesquisador). -- FOTO 20 --

___________________________________

2024 — É inaugurada na idade de Guaíra (PR), a nova sede da 2ª Companhia do Batalhão de Polícia de Fronteira, com a presença do diretor geral da Itaipu Binacional, prefeito municipal da cidade, Heraldo Trento; e do comando geral da Polícia Militar do Estado do Paraná (PMPR), direção superior da Polícia Civil do Paraná (PCPR)  e do secretário de Segurança Pública (AEN.PR) -- FOTOS 21 e 22 --

___________________________________

 

 

Compartilhe

COMENTÁRIOS

Memória Rondonense © Copyright 2015 - Todos os direitos reservados