Acontecimentos históricos do dia 10 de Fevereiro

Coral masculino do Clube Aliança se apresentado na cidade de Hohenau, Paraguai, em 10 de fevereiro de 1971. 
Da esquerda à direita, ao fundo: Bertoldo Guthoff, 2º, 3º 4 º - não identificados, Oswaldo Heinrich, Simão Scherer, 7º - não identificado. 
Á frente: Arlindo Schwantes, Heinz Baumann, Tito Debus, dirigente Sigismundo Heinrich (de costas),  5º - não identificado, Edvino von Borstel e Almo Schroeder. 
Imagem:  Acervo Tito Debus
Coral masculino do Clube Aliança se apresentado na cidade de Hohenau, Paraguai, em 10 de fevereiro de 1971. Da esquerda à direita, ao fundo: Bertoldo Guthoff, 2º, 3º 4 º - não identificados, Oswaldo Heinrich, Simão Scherer, 7º - não identificado. Á frente: Arlindo Schwantes, Heinz Baumann, Tito Debus, dirigente Sigismundo Heinrich (de costas), 5º - não identificado, Edvino von Borstel e Almo Schroeder. Imagem: Acervo Tito Debus
Casal Carolina e Reinaldo Model com a filha Hertha, e os filhos, da esquerda à direita, Willy, Arlindo e Armando. 
Imagem: Acervo Memória Rondonense  - FOTO 2  -
Casal Carolina e Reinaldo Model com a filha Hertha, e os filhos, da esquerda à direita, Willy, Arlindo e Armando. Imagem: Acervo Memória Rondonense - FOTO 2 -
Pais de Sofia Model, esposa do pioneiro Arlindo Model, Catharina e Arthur Grohmann, e mais as irmãs, da esquerda à direita,  Maria, Tereza e Ana. 
As crianças estão com imagens de santos, porque a família era católica. 
Imagem: Acervo de Sofia e Arlindo Model - FOTO 3 -
Pais de Sofia Model, esposa do pioneiro Arlindo Model, Catharina e Arthur Grohmann, e mais as irmãs, da esquerda à direita, Maria, Tereza e Ana. As crianças estão com imagens de santos, porque a família era católica. Imagem: Acervo de Sofia e Arlindo Model - FOTO 3 -
Maximília da Silva Rosa de criança colo. 
À sua direita, a sra. Ingrun Seyboth.  A sua esquerda, a sra.  Laureana Jochims e Ary Branco da Rosa. esposo de Maximília. 
Imagem: Acervo Família Seyboth - FOTO 4 -
Maximília da Silva Rosa de criança colo. À sua direita, a sra. Ingrun Seyboth. A sua esquerda, a sra. Laureana Jochims e Ary Branco da Rosa. esposo de Maximília. Imagem: Acervo Família Seyboth - FOTO 4 -
Solenidade de lançamento da pedra fundamental para a construção da Câmara Municipal de Entre Rios do Oeste, com o descerramento da placa alusiva pelo prefeito municipal João Nta´lio Stein (e) e vereador Romário Schaefer, presidente da Câmara Municipal. 
Imagem: Acervo CM-ERO - FOTO 5 -
Solenidade de lançamento da pedra fundamental para a construção da Câmara Municipal de Entre Rios do Oeste, com o descerramento da placa alusiva pelo prefeito municipal João Nta´lio Stein (e) e vereador Romário Schaefer, presidente da Câmara Municipal. Imagem: Acervo CM-ERO - FOTO 5 -
Grupo de professores da rede estadual em frente ao escritório do Deputado Estadual Elio Rusch, protestando por este manifestar-se a favor d projeto de lei reajusta diretrizes da Paraná Previdência. 
A pessoa, à esquerda, de costas, é o professor Carlos Harnisch, de longa data representante do APP-Sindicato em Marechal Cândido Rondon. 
Imagem: Acervo O Presente - FOTO 6 -
Grupo de professores da rede estadual em frente ao escritório do Deputado Estadual Elio Rusch, protestando por este manifestar-se a favor d projeto de lei reajusta diretrizes da Paraná Previdência. A pessoa, à esquerda, de costas, é o professor Carlos Harnisch, de longa data representante do APP-Sindicato em Marechal Cândido Rondon. Imagem: Acervo O Presente - FOTO 6 -
Destaque do jornal O Presente sobre a participação de ciclistas rondonense na abertura do Campeonato Regional Oeste de Bike 2019. 
Na foto, da esquerda à direita: Jeferson Smaniotto, Marcelo Konzen, Jean Michel Silva, Andrei Kuntz, Rosângela Cristina Schmitz, Douglas Thomas, Fernanda Ribeiro, Leonardo Schaufelberger, João Chaves, Marco Aurélio Stenzel, Paul Lírio Berwig e André Freitag.
Imagem: Acervo O Presente - FOTO 7 -
Destaque do jornal O Presente sobre a participação de ciclistas rondonense na abertura do Campeonato Regional Oeste de Bike 2019. Na foto, da esquerda à direita: Jeferson Smaniotto, Marcelo Konzen, Jean Michel Silva, Andrei Kuntz, Rosângela Cristina Schmitz, Douglas Thomas, Fernanda Ribeiro, Leonardo Schaufelberger, João Chaves, Marco Aurélio Stenzel, Paul Lírio Berwig e André Freitag. Imagem: Acervo O Presente - FOTO 7 -

======================================================================================================

1954 – Chega de mudança em Marechal Cândido Rondon, na localidade de Iguiporã, o pioneiro Reinaldo Model, com a esposa Carolina¹ (nascida Espig) e os filhos² Hertha, Arlindo, Armando e Willi, procedente de Getúlio Vargas (RS).

A mudança foi transportada pelo comerciante Alberto Meierᵌ com seu caminhão, estabelecido na cidade de origem do pioneiro.

Segundo informação do primogênito Arlindo, o pai esteve duas vezes na região para conhecer e comprar terras, antes de mudar-se definitivamente para o Paraná.

A primeira viagem foi em 1951, na companhia de Benno Stürmer, corretor da colonizadora da Maripá e um senhor de sobrenome Mombach, do qual o filho não recorda mais o nome.

Na segunda viagem, em 1952, novamente em companhia de Benno Stürmer (com seu Jeep), o irmão Theobado⁵ e mais os vizinhos Otto Sander⁶ e Fensker (não lembra o primeiro nome). Nessa segunda vinda ao Oeste do Paraná, o pioneiro adquiriu duas colônias de terra, aproximadamente 24 alqueires, distante cerca de um quilômetro da vila de Iguiporã, na estrada que ainda permanece, sentido à sede distrital de Porto Mendes, a 2ª e 3ª colônias⁷, depois da ponte sobre o Riacho Piacuê.

Ao chegar de mudança, Reinalo Model e família foram morar numa das várias casas que a colonizadora colocava a disposição na vila Iguiporã, por determinado período, até que o migrante conseguisse construir  sua moradia e instalações para animais na área adquirida.

O filho do pioneiro, Arlindo, recorda que após 8 dias morando na vila, ele, o pai e o irmãos foram abrir uma picada pela antiga estrada⁸ à Porto Mendes, tomada pela vegetação, para começar a derrubada de mata e abrir clareira nas terras compradas, para a construção da residência e instalações para animais de criação.

Relata Arlindo que a madeira e as telhas para a construção foi fornecida pela colonizadora, tudo pago mais tarde. As edificações foram conduzidas pelo pioneiro local e carpinteiro Osvino Ernesto Wolfart⁹, com auxílio do pai e os três irmãos. A mãe preparava a comida, às vezes, no local da construção ou em casa e depois levava as marmitas.

Quanto à alimentação nos primeiros meses no Paraná, o primogênito do pioneiro adianta que o básico era a carne de caça (abundante na época), a mandioca que recebiam, de boa vontade, do Carlos Rudolfo pioneiro Bofinger¹ᴼ que morava cerca de quatro quilômetros distante da vila, na Linha Flor de Maio, e da compra dos víveres farinha, sal, açúcar e café na casa de comércio (a pioneira na vila) de Luiz Ernesto Fleck, com a pequena de reserva de dinheiro que a família trouxe do Rio Grande do Sul.

“O pai, uma vez e outra, me pedia para ir até o Porto Britânia para comprar peixe. Ia de bicicleta, fazendo quase 40 quilômetros, entre ida e volta, pela antiga estrada⁹, via Rio Branco, que passava no meio do matão, fechado nos dois lados. Saia de madrugada, por volta das 4 horas. Era uma escuridão só. Mas a minha bicicleta tinha farol tocado por um pequeno dínamo, instalado na parte posterior da bicicleta. Certa vez, levei um tremendo cagaço, passei um medo danado. Ia pedalando pela estrada, tudo escuro, ainda não tinha amanhecido e, de repente, dois pontos brilharam uns 100 metros, à minha frente, com o foco da luz da minha bicicleta. Logo pensei: é onça – tinha bastante na época – desci da bicicleta e fiquei parado sem saber o que fazer, mas continuei pelando a bicicleta para não ficar sem luz. Fiquei ali observando e os dois pontos não se mexiam. Avancei e nada dos dois pontos se moverem. Fui me aproximando, bem devagar, e quando cheguei bem perto vi que era uma arbusto de fumeiro brabo que tinha se dobrado para dentro da estrada e com a luz bicicleta, a parte debaixo das folhas refletiam. Mesmo passado quase 70 anos do episódio, não esqueci de seus detalhes pelo tamanho do medo que passei”, conta Arlindo sobre a dificuldade de conseguir diversidade de alimentos.

O casal pioneiro Reinaldo e Carolina Model foram um dos casais fundadores da Comunidade Evangélica Esperança em Cristo, na então vila de Iguiporã. -- FOTOS 2 e 3 --
 

¹ Era filha do casal Emilia (nascida Schell) e João Espig. Faleceu em28 de agosto de 1995. O esposo faleceu em 11 de agosto de 1972. Ambos estão sepultados no cemitério público da sede distrital de Iguiporã.

² Os três filhos se casaram em Marechal Cândido Rondon: Arlindo, com Sofia Grohmann⁵; Armando, com Liria (?); e Willi, com Lúcia Schuck.

³ Trouxe perto de 60 mudanças de conterrâneos para Marechal Cândido Rondon, principalmente para os distritos de Bom Jardim e Iguiporã. Ele próprio, anos depois, transferiu residência de Getúlio Vargas para o Paraná e abriu uma casa comercial na atual sede distrital de Bom Jardim.

Em 22 de julho de 1969, é nomeado como delegado de polícia de Marechal Cândido Rondon. Permaneceu na função até se aposentar, abrindo mão de seus negócios em favor da função pública. É natural de Concórdia (SC).

⁵ Antes era noiva de Siegfried Römer, cunhado de sua irmã Tereza, morto num acidente de derrubada de mato, no interior do distrito de Bom Jardim, município de Marechal Cândido Rondon (PR). É filha do casal Catharina (nascida Müller, natural da Alemanha) e Arthur Grohmann. Nasceu em Marcelino Ramos (RS). São suas irmãs: Tereza, Maria e Ana.

⁵ Pouco tempo depois também se mudou para a vila de Iguiporã. Comprou duas chácaras juntas, uma margeando a estrada da atual sede Iguiporã à atual sede de Bom Jardim, distante uns 600 metros da primeira localidade citada. Era casado com Olinda Klitzke.

⁶ Também comprou terras no interior de Iguiporã e se estabeleceu nelas meses depois, vindo de mudança do interior de Getúlio Vargas.

⁷ A primeira colônia, após a ponte, pertenceu ao pioneiro Ernesto Witeck que vendeu a propriedade, décadas depois, para Ari Adams, casado com a sua sobrinha Izoldi Witeck, filha de seu irmão mais velho Leopoldo José casado com Hilda Rauber.

⁸ Era o antigo caminho que ia do empreendimento do argentino Julio Tomas Allica , Porto Artaza, em Porto Mendes, até além das margens do Rio Piquiri, região do atual município de Mamborê, onde era feita coleta de erva-mate.

⁹ Antes de mudar-se para Iguiporã morou com sua família, na então vila de General Rondon, onde chegou de mudança em 07 de junho de 1953, procedente de Arabutã (SC).

¹ᴼ Chegou de mudança, com família , à sua propriedade, em 03 de julho de 1952, procedente de Erechim (RS).

_______________________________________

1955 – É fundada na cidade do Rio de Janeiro, a Câmara Júnior do Brasil, com a eleição da seguinte composição diretiva:

Presidente: João Carlos Guimarães do Valle – Rio de Janeiro

Vice-Presidente: Eduardo Caio da Silva Prado – São Paulo

Secretário: Walter Mesquita – Rio de Janeiro

Tesoureiro: René Zaulo – Niterói

Conselheiro: Victor Bouças

_______________________________

1967 – O governador Paulo Pimentel assina contrato para implantação de serviço telefônico, via Telepar, para 31 municípios, incluindo Marechal Cândido Rondon.

_______________________________

1970 – É eleita a nova diretoria do Esporte Clube Botafogo:

Presidente: Antonio Maximiliano Ceretta

Vice-Presidente: Dirceu da Cruz Vianna

Secretário: Bruno Limberger

Tesoureiro: Silvino Dierings

Diretor Esportivo: Bento Schulle

Presidente do Depto. de Bolão

A nova diretoria é completada na reunião do dia 25 de fevereiro de 1970.

_____________________________________

1971 - O coral masculino do Sociedade de Cantores Aliança participa da Festa Internacional de Cantores, na cidade de Hohenau, na República do Paraguai (Informação Tito Debus). -- FOTO 1 --

_______________________________

1974 – É inaugurada a então Escola Municipal Carlos Chagas, na localidade de Linha Mineira, no então distrito rondonense de Mercedes, ora município de Mercedes. Prestigiaram o evento a inauguração o prefeito municipal Almiro Bauermann, Arnold Lamb, diretor de Administração; professor Ilmar Priesnitz, diretor do Departamento de Educação e Cultura;  Lauro Ohlweiller, chefe do Departamento de Obras e Viação; o vereador licenciado Roberto Tenfen (representante do distrito de Mercedes), os vereadores Harry Feiden, da sede municipal de Marechal Cândido Rondon; e Werno Ivo Lamb, vereador do distrito de Quatro Pontes. Também prestigiaram a solenidade os ex-vereador Luiz Groff e Teobaldo Loffi (VIANNA, Dirceu da Cruz. Frente Ampla de Notícias. Marechal Cândido Rondon: Rádio Difusora Rondon AM, vol. 019, de 21.09.73 a 04.03.74, ed. 10.02.1974, p. 489).

_______________________________

1977 – Com a presença do Secretário do Interior, senhor Noel Lobo Guimarães, e do Presidente da Telepar, Renato Johnsson, é inaugurado a ampliação da rede de terminais telefônicos em Marechal Cândido Rondon com 950 novos telefones e o sistema de Discagem Direta Internacional (DDI ), via central telefônica da cidade de Cascavel.

_______________________________

1978 - A Rádio Difusora Rondon AM noticia, que em consequência do êxodo rural que vem acontecendo no município, muitos agricultores e empresários se mostravam receosos, uma vez que isso estava implicando no fechamento de pequenas unidades escolares e estabelecimentos comerciais interioranos (Rádio Difusora Rondon AM. Rádio Frente Ampla de Notícias. Marechal Cândido Rondon: vol. 41, de 16.01.1978 a 23.02.1978).

_______________________________

1978 - Falece a pioneira Maximilia da Silva Rosa, viúva de Ary Branco da Rosa, primeiro prefeito de Marechal Cândido Rondon, nomeado pelo então governador Moisés Lupion (Rádio Difusora Rondon AM. Frente Ampla de Notícias. Marechal Cândido Rondon: vol. 41, de 16.01.1978 a 23.02.1978). -- FOTO 4 --

________________________________

1984 – É realizado o primeiro Festival de Cerveja, de Marechal Cândido Rondon (SAATKAMP, Venilda. Desafios, lutas e conquistas: história de Marechal Cândido Rondon. Cascavel: Assoeste, 1984).

_______________________________

1995 - Acontece na cidade de Entre Rios do Oeste (PR), o lançamento da pedra fundamental para a construção do prédio da Câmara Municipal local (nota do pesquisador). -- FOTO 5 --

_____________________________________

2015 - Em função de greve geral dos servidores da rede pública estadual de ensino, um pequeno grupo de professores concentram-se na praça Willy Barth e um grupo em frente ao escritório do deputado estadual Elio Rusch, por este manifestar-se a favor do projeto de lei que reajusta as diretrizes da Paraná Previdência (O Presente). -- FOTO 6 --

_________________________________

2019 - Acontece na cidade de Nova Santa Rosa a abertura do Campeonato Regional Oeste de Bike 2019. Dos 16 competidores da Associação Rondonense de Ciclismo (ARC), oito classificam-se para o pódio (O Presente, ed. 12.202.2019, p. 25). -- FOTO 7 --

_______________________________________

 

Compartilhe

COMENTÁRIOS

Memória Rondonense © Copyright 2015 - Todos os direitos reservados