Acontecimentos históricos do dia 12 de Março

1997 - Falece o pioneiro e ex-delegado de Marechal Cândido Rondon, sr. Alberto Meier. Seu corpo foi sepultado no cemitério público de Marechal Cândido Rondon (...)

Senhor Alberto Meier, à direita, falecido em 12 de março de 1997, recebendo a segunda viatura da Delegacia de Polícia de Marechal Cândido Rondon, do prefeito municipal Almiro Bauermann. Imagem: Acervo Sérgio Maier - FOTO 1 -
Senhor Alberto Meier, à direita, falecido em 12 de março de 1997, recebendo a segunda viatura da Delegacia de Polícia de Marechal Cândido Rondon, do prefeito municipal Almiro Bauermann. Imagem: Acervo Sérgio Maier - FOTO 1 -
Primeira escola da atual sede distrital de São Roque, no município de Marechal Cândido Rondon. Ao lado, a residência construída pela associação escolar para a moradia do professor. 
Imagem: Acerco Clarice Beatriz Schacht Fietz - FOTO 2 -
Primeira escola da atual sede distrital de São Roque, no município de Marechal Cândido Rondon. Ao lado, a residência construída pela associação escolar para a moradia do professor. Imagem: Acerco Clarice Beatriz Schacht Fietz - FOTO 2 -
Primeira escola da atual sede distrital de São Roque, em foto de janeiro de 1974. 
Imagem: Acervo Clarice Beatriz Schacht Fietz - FOTO 3 -
Primeira escola da atual sede distrital de São Roque, em foto de janeiro de 1974. Imagem: Acervo Clarice Beatriz Schacht Fietz - FOTO 3 -
O empresário Leoveraldo Curtarelli de Oliveira discursando durante a reunião da Caciopar, em Santa Helena. Da esquerda à direita: deputado estadual Elio Rusch; Guido Bresolin Júnior - presidente da Faciap; Sérgio Marcucci, presidente da Caciopar, 5º não identificado; e Jucerlei Sotoriva, prefeito municipal de Santa Helena. Imagem: Acervo Faciap - FOTO 2 –
O empresário Leoveraldo Curtarelli de Oliveira discursando durante a reunião da Caciopar, em Santa Helena. Da esquerda à direita: deputado estadual Elio Rusch; Guido Bresolin Júnior - presidente da Faciap; Sérgio Marcucci, presidente da Caciopar, 5º não identificado; e Jucerlei Sotoriva, prefeito municipal de Santa Helena. Imagem: Acervo Faciap - FOTO 2 –
Atleta Tiago Selbach (pivô), que deixou a Copagril Futsal em 12 de março de 2016. Imagem: Acervo ligafutsal.com.br - FOTO 3 –
Atleta Tiago Selbach (pivô), que deixou a Copagril Futsal em 12 de março de 2016. Imagem: Acervo ligafutsal.com.br - FOTO 3 –
Padre diocesano Hugo José Rohden, de família de Quatro Pontes, falecido em 12 de março de 2017. Imagem: Acervo CATVE - FOTO 4 -
Padre diocesano Hugo José Rohden, de família de Quatro Pontes, falecido em 12 de março de 2017. Imagem: Acervo CATVE - FOTO 4 -
Cartaz convite para o evento
Cartaz convite para o evento "Coisas de Mulher 2019", em Marechal Cândido Rondon. Imagem: Acervo Comunicação PM-MCR - FOTO 7
Vice-prefeito de Marechal Cândido Rondon, Ilário (Ila) Hofstaetter, procedendo a abertura do evento
Vice-prefeito de Marechal Cândido Rondon, Ilário (Ila) Hofstaetter, procedendo a abertura do evento "Coisas de Mulher 2019". Imagem: Acervo Imprensa PM-MCR - FOTO 8 -
Público presente no evento
Público presente no evento "Coisas de Mulher 2019", de Marechal Cândido Rondon. Imagem: Acervo Imprensa PM-MCR - FOTO 9 -

======================================================================================================

1964 - É fundada a então sociedade escolar da vila de São Roque, atual sede distrital, com a presença do prefeito municipal Arlindo Alberto Lamb. A primeira unidade escolar criada na localidade foi a Escola Isolada São Roque¹ que começou a funcionar com cinco alunos, numa residência, em 1959.  (Fonte: Arquivo da Secretaria Municipal de Educação da Prefeitura Municipal de Marechal Cândido Rondon). -- FOTOS 2 e 3 --

¹ Segundo a pioneira da localidade Clarice Beatriz Schacht Fietz, foram vários os professores que atenderam a escola até 1964, quando foi  construído o educandário de duas salas, em madeira. Naquele ano também começou atuar como professor, o jovem Roque Fröhlich, atualmente (02.05.2018) residente com a sua família,  em Joinville (SC). 

______________________________________

1970 – O ex-prefeito Werner Wanderer muda-se para Curitiba, fixando residência a Rua Bragadeiro Franco, 1491, esquina com a Vicente Machado, Edifício Ivaí, 3º andar, apartamento 303.

Sobre os motivos da mudança, o jornal O Presente, in: "Werner Wanderer: da traição política à volta por cima na vida pública", valendo-se de palavras do próprio citado, no subtítulo Opala Preto, relata: 

Dentre as muitas histórias, uma em especial marcou o mandato o mandato do ex-prefeito. É uma história, aliás, que nem todas as pessoas conhecem. Werner foi o último prefeito eleito devido à ditadura. Na época, o governador do Paraná era Paulo Pimentel, o qual tinha o poder de nomear os chefes do Poder Executivo municipal - lembrando que Marechal Cândido Rondon estava localizado na área de segurança nacional por estar na fronteira. "Três meses antes de terminar o meu mandato fui conversar com ele para saber se ficaria ou não no cargo. O governador garantiu que me manteria como prefeito. Terminou o meu mandato e chegou janeiro, tudo tranquilo. No final daquel ano houve uma inauguração e volteira a encontrá-lo. Mais uma vez pedi se continuaria na prefeitura e novamente ele voltou a responder que sim", detalha.

Quando precisava ir a Curitiba, Werner sempre deixava o Opala preto com placa de bronze, que indicava se tratar de um veículo oficial, em um hotel em Cascavel. De lá embarcava em um ônibus com destino à Capital paranaense. Certo dia, foi isso que fez. Entretanto, para sua surpresa, ao chegar ao hotel em que sempre se hospedava em Curitiba lá estava o Opala preto estacionada na frente. O mesmo automóvel que deixou em Cascavel. Intrigado, perguntou ao porteiro o que estava acontecendo, e eis que o funcionário responde: "O novo prefeito de Marechal Cândido Rondon chegou". "Fui saber por um porteiro de hotel que não era mais prefeito", expõe Werner.

E quem era o novo prefeito? O então vice-prefeito Dealmo Poersch. "Encontrei o Poersch no hotel e ele me disse que naquele dia, às 10 horas, aconteceria a sua posse. Fui na posse e ao final da solenidade fui falar com o governador. Disse a ele: "esse mundo vai dar voltas e vamos nos encontrar", relembra.

Werner ressalta que se sentiu traído. "Imagina essa cena: quando voltamos para Rondon houve uma festa no Clube Concórdia¹. Sabe o que é em um passe de mágina você, que é paparicado e agradado, de repente todo mundo sumir e você já era? Na hora H, apenas três a quatro pessoas foram solidárias comigo, declara o ex-prefeito.

Cinco dias depois ele decidiu vender sua casa em Marechal Cândido Rondon e se mudou para Curitiba. "Fui embora de desgosto", revela. (O Presente, ed. especial 55 anos de Marechal Cândido Rondon, p. 57)

¹ Trata-se do Clube Aliança. O Clube Concórdia foi fundado em data posterior.

A mesma matéria do informativo, adianta in: "A volta por cima", que Werner Wanderer dois anos depois do episódio candidatou-se a deputado estadual com o apoio dos vereadores rondonenses: Nori Pooter e Harry Feiden. O prefeito municipal Dealmo Selmiro Poersch e mais sete vereadores não o apoiaram.  Werner informa que fez 80% dos votos de Marechal Cândido Rondon e não se elegeu por seis votos², ficando na suplência.

² Essa afirmação não se sustenta. O boletim oficial da apuração de votos do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná informa que a diferença entre o último deputado eleito e Werner é de 1.898  votos. Jorge Sato último eleito somou 10.770 sufrágios e Wanderer 8.972 votos ficando na 7ª suplência. 

Ver mais, clique aqui.

Quatro anos depois, em 1974, ex-prefeito Wanderer volta a disputar uma vaga à Assembleia Legislativa e sai eleito com os votos recebidos em Marechal Cândido Rondon. Teve apoio do prefeito Almiro Bauermann, de sua indicação junto ao governador Jaime Canet Junior, e um grupo de vereadores. 

Depois dessa eleição conseguiu mais três reeleições como deputado estadual e, na sequência, mais três mandatos de deputado federal. 

_______________________________

1976 – É inaugurada a agência do Banco do Brasil, em Marechal Cândido Rondon, instalada no prédio do Sindicato Rural Patronal, à Rua D. João VI.

_______________________________

1977 - É inaugurado na sede municipal de Nova Santa Rosa, o extinto Cine Santa Rosa, com a exibição do filme documentário “Os Sobreviventes dos Andes”.

_______________________________

1983 - É inaugurada a praia artificial¹ da sede distrital rondonense de Porto Mendes (O Estado do Paraná, ed.02.03.1983, sem identificação de página - Biblioteca Pública do Paraná). 

¹ A praia foi nominada de Parque de Lazer Annita Wanderer, homenagem à progenitora de Werner Wanderer, segundo prefeito eleito de Marechal Cândido Rondon, quatro vezes deputado estadual e três vezes deputado federal pelo Oeste do Paraná (nota do pesquisador).

____________________________________

1993 - É fundada a Comunidade Higienópolis da Igreja Evangélica Congregacional, ligada a paróquia de Marechal Cândido Rondon (GREGORY, Valdir et allii. 50 ANOS DA IECB - 1959 a 2009. Marechal Cândido Rondon: Editora Germânica, 2008, p. 066).

____________________________________

1997 - Falece o pioneiro e ex-delegado de Marechal Cândido Rondon, sr. Alberto Meier.

Seu corpo foi sepultado no cemitério público d a cidade de Marechal Cândido Rondon.

Alberto Meier nasceu em 06 de agosto de 1918 na cidade de  Concórdia (SC), filho de Gustavo e Wanda Meier (por erro do cartorário foi registrado Maier). Casou-se com Elisa Herta Refeldt,  natural de Marcelino Ramos (RS), filha do casal Paulo e Margarida Refeldt. 

Após o casamento, Elisa e Alberto instalam com uma casa comercial na cidade de Getúlio Vargas (RS). 

São filhos do casal: Marlene, Gerda, Elisa, Sérgio Gilberto, Celi, Marlise e Ermela. 

Como caminhoneiro no Rio Grande do Sul, é pioneiro no transporte da mudança de  dezenas famílias conterrâneas para o projeto de colonização da Maripá, quase 100% para os distritos de Iguiporã e Bom Jardim.

No último distrito, em sua sede, depois de mudar-se do Rio Grande Grande do Sul,  Alberto Maier foi por longos anos comerciante, antes de assumir as funções de delegado de polícia (colabourou Sérgio Gilberto Meier). -- FOTO 1 --

_______________________________________

2015 – A Sicredi Aliança PR/SP, ex- Cooperativa de Crédito  Costa Oeste, com sede em Marechal Cândido Rondon, inaugura sua terceira agência no estado de São Paulo, na cidade de Guaíra (O Presente)

______________________________

 2016 - Em reunião realizada na cidade Santa Helena, é eleito o economista e empresário Leoveraldo Curtarelli de Oliveira como novo presidente da Caciopar - Coordenadoria da Associação Comerciais e Empresariais do Oeste do Paraná, em substituição do empresário rondonense Sérgio Marcucci (O Presente: ed. 15.03.2016, p. 11).  -- FOTO 4 --

------------------------------------

2016 - O recém contratado pivô Tiago Selbach se despede da equipe Copagril Futsal, por ter sido negociado para o tutebol de salão do Japão (O Presente: ed. 15.03.2016, p. 32). -- FOTO 5 -- 

_______________________________

2017 - Falece aos 63 anos de idade, o Padre Hugo José Rohden, filho de família pioneira de Quatro Pontes. Foi sepultado no dia seguinte no cemitério municipal de Quatro Pontes, depois do velório na Igreja Matriz Nossa Senhora da Glória. -- FOTO 6 -- 

Hugo Rohden foi ordenado sacerdote na Matriz Sagrado Coração de Jesus, da cidade de Marechal Cândido Rondon, no dia 05 de dezembro de 1981. 

_______________________________

2018 - A Câmara Municipal de Marechal Cândido Rondon presta homenagem com "Votos de Louvor" aos policiais militares que integram o Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária (BPEC), em Marechal Cândido Rondon, pela comemoração dos 10 anos de atividades da unidade policial-militar (O Presente, ed. 16.03.2018, p. 24). 

_____________________________________

2019 - Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, a Prefeitura Municipal de Marechal Cândido Rondon realiza no Pavilhão Alemão, no Parque de Exposições Álvaro Dias, o evento "Coisas de Mulher", edição 2019. -- FOTOS 7, 8 e 9 --

_____________________________________

2019 - Conforme publicação do jornal O Presente , os acidentes de trânsito derrubaram 3, 1 mil postes da Companhia Paranaense de Energia (COPEL), em 2018 - uma média de 8,5 estruturas aos dia. 

No Oeste do Paraná, a maior danificação de postes ocorreu na cidade de Cascavel com 99 postes destruídos. O custo médio de reparo chegou a R$2,9 mil potr estrutura, um total de 9 milhões. Incluindo equipamentos danificados, como caixa de medidor e transformadores, a soma aproxima-se a R$ 30 mil por poste  ( O Presente, ed. 12.03.2019, p. 07). 

_____________________________________

Compartilhe

COMENTÁRIOS

Memória Rondonense © Copyright 2015 - Todos os direitos reservados