Acontecimentos históricos do dia 2 de Junho

1956 - Começam as obras de construção da antiga usina hidréletrica no Arroio Guaçu, na divisão do então distrito de Quatro Pontes e Novo Sarandi (...)

Vista da barragem em construção da desativada Usina do Guaçu. 
Imagem: Acervo Hertha Hassemer Schade - FOTO 1 -
Vista da barragem em construção da desativada Usina do Guaçu. Imagem: Acervo Hertha Hassemer Schade - FOTO 1 -
Prefeito Minuicpal de Marechal Cândido Rondon, Arlindo Alberto Lamb, fazendo o protesto perante municipal de Toledo, Egon Pudell, (a sua direita) contra a pretensão do município de Toledo cortar o forneceimento de nergia.
Imagem: Acervo da Família de Arlindo Alberto Lamb - FOTO 2 -
Prefeito Minuicpal de Marechal Cândido Rondon, Arlindo Alberto Lamb, fazendo o protesto perante municipal de Toledo, Egon Pudell, (a sua direita) contra a pretensão do município de Toledo cortar o forneceimento de nergia. Imagem: Acervo da Família de Arlindo Alberto Lamb - FOTO 2 -
Interior da Igreja Matriz Sagrado Coração de Marechal Cândido Rondon. 
Imagem: Acervo Harto Viteck - FOTO 2 -
Interior da Igreja Matriz Sagrado Coração de Marechal Cândido Rondon. Imagem: Acervo Harto Viteck - FOTO 2 -
O pioneiro Rinaldo Ludwig, fotografado no dia da comemoração de suas Bodas de Ouro. 
Imagem: Acervo Manuel Canabarro e esposa - FOTO 3 -
O pioneiro Rinaldo Ludwig, fotografado no dia da comemoração de suas Bodas de Ouro. Imagem: Acervo Manuel Canabarro e esposa - FOTO 3 -
Pioneiro Helmuth Lohmann com a esposa Alzira Lembke, junto com a filha Erica nascida em Marechal Cândido Rondon,  sentados no sofá. 
Os outros filhos, da esquerda a direita: Rosamaria (Rosmari), Gernot Bodo, Egon Adolpho, Wili Germano e Gerda. 
Fotografia tirada em 1965.  
Imagem: Acervo Wili Germano Lohmann - Nova Petrópolis - RS - FOTO 5 -
Pioneiro Helmuth Lohmann com a esposa Alzira Lembke, junto com a filha Erica nascida em Marechal Cândido Rondon, sentados no sofá. Os outros filhos, da esquerda a direita: Rosamaria (Rosmari), Gernot Bodo, Egon Adolpho, Wili Germano e Gerda. Fotografia tirada em 1965. Imagem: Acervo Wili Germano Lohmann - Nova Petrópolis - RS - FOTO 5 -
Olária da Família Lohmann, a primeira cerâmica instalada na cidade de Marechal Cândido Rondon. 
Imagem: Acervo Wili Germano Lohmann - Nova Petrópolis - RS - FOTO 6 -
Olária da Família Lohmann, a primeira cerâmica instalada na cidade de Marechal Cândido Rondon. Imagem: Acervo Wili Germano Lohmann - Nova Petrópolis - RS - FOTO 6 -
Comerciante italiano Pietro Tabacchi protagonista da imigração da primeira leva de imigrantes italianos do Tirol para o município de Santa Cruz, no Espírito Santo. 
Imagem: Acervo tiroleses.com.br - FOTO 7 -
Comerciante italiano Pietro Tabacchi protagonista da imigração da primeira leva de imigrantes italianos do Tirol para o município de Santa Cruz, no Espírito Santo. Imagem: Acervo tiroleses.com.br - FOTO 7 -
Empresário e palestrante motivacional Heinz Schurt  falecido em 02 de junho de 2015.
Imagem: Acervo Portal Rondon - FOTO 8
-
Empresário e palestrante motivacional Heinz Schurt falecido em 02 de junho de 2015. Imagem: Acervo Portal Rondon - FOTO 8 -
Ciclista rondonense Rosângela Cirstina Schmitz no pódio do Circuito Vale do Iguaçu de Mountainbike, em 2019. 
Imagem: Acervo ARC - FOTO 9 -
Ciclista rondonense Rosângela Cirstina Schmitz no pódio do Circuito Vale do Iguaçu de Mountainbike, em 2019. Imagem: Acervo ARC - FOTO 9 -
O diretor-presidente da Copagril, sr. Ricardo Silvio Chapla, proferindo a palestra da abertura do 7º Congresso de Ciências Agrarias na Unioeste de Marechal Cândido Rondon.
Imagem: Acervo Unioeste-MCR - FOTO 10 -
O diretor-presidente da Copagril, sr. Ricardo Silvio Chapla, proferindo a palestra da abertura do 7º Congresso de Ciências Agrarias na Unioeste de Marechal Cândido Rondon. Imagem: Acervo Unioeste-MCR - FOTO 10 -
Boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde  de Marechal Cândido Rondon informado o aumento de 14 para 15 os casos testados positivos para o COVID 19 no município.
Imagem: Acervo Imprensa PM-MCR - FOTO  11 -
Boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde de Marechal Cândido Rondon informado o aumento de 14 para 15 os casos testados positivos para o COVID 19 no município. Imagem: Acervo Imprensa PM-MCR - FOTO 11 -
Padre diocesano Adair Bennemann, vigário da Paróquia Santa Rosa de Lima, de Nova Santa Rosa, falecido em começo de junho de 2021. 
Imagem: Acervo Diocese de Toledo (PR) - FOTO 12 -
Padre diocesano Adair Bennemann, vigário da Paróquia Santa Rosa de Lima, de Nova Santa Rosa, falecido em começo de junho de 2021. Imagem: Acervo Diocese de Toledo (PR) - FOTO 12 -

======================================================================================================

1956 - Começam as obras de construção da antiga usina hidrelétrica no Arroio Guaçu, na divisa dos então distritos toledanos¹ de Quatro Pontes e  Novo Sarandi, para abastecer de energia elétrica as localidades de General Rondon, Quatro Pontes, Novo Sarandi e Vila Nova (estas duas comunidades atualmente (28.05.2017) continuam pertencendo ao município de Toledo) e Nova Santa Rosa.

A capacidade geradora prevista da usina foi de 450KWA.

Para a implantação de pequena hidrelétrica, a colonizadora Maripá ofereceu uma contribuição de 450 mil cruzeiros, enquanto a arrecadação entre os moradores das localidades beneficiadas foi de 550 mil cruzeiros. A maior contribuição voluntária veio dos moradores de General Rondon².

A campanha de captação de dinheiro tinha começado em 20 de maio de 1955 (COSTA, Luiz Alberto Martins da. Calendário Histórico de Toledo – Cronologia de Fatos, Registros e Curiosidades da História do Município de Toledo. Toledo: Gráfica e Editora GFM, 2009. p.116 e 122). -- FOTOS 1  e 2 --
 

¹ Gentílico do município de Toledo (PR). 
 

² Em 1961 quando a Prefeitura de Toledo aventou de cortar o fornecimento da energia da usina para Marechal Cândido Rondon, por ter se emancipado, a reação e o protesto da população rondonense foram muito grandes e veementes, liderados pelo prefeito Arlindo Alberto Lamb. O que levou a prefeito toledano desistir da pretensão (NB).

_____________________________________

1960 – Chega de mudança na  sede distrital rondonense¹ de Margarida, o pioneiro Nicolau Léo Adams, procedente da cidade de Santa Rosa (RS), na companhia da esposa e dez dos 11 filhos (O Presente).
 

¹ Gentilício de Marechal Cândido Rondon (PR).

_______________________________

1974 – É inaugurada a nova igreja matriz da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, da sede municipal de Marechal Cândido Rondon (nota do pesquisador). -- FOTO 3 --

____________________________________

1976 – Falece aos 75 anos o pioneiro rondonense Rinaldo Ludwig, casado com a senhora Maria Ludwig. O casal chegou em Marechal Cândido Rondon em 07 de agosto de 1951. Aqui construiu a primeira serraria¹ no período colonizatório da Maripá.

Rinaldo torna-se muito conhecido por ser um exímio “arrumador de ossos e massagista” e pela sua participação na comunidade católica de Marechal Cândido Rondon, da qual é elito como primeiro presidente.

O pioneiro eranatural de Venâncio Aires/RS, filho de Maria e João Ludwig.

O óbito está assentado no Registro Civil de Marechal Cândido Rondon no Livro C-03, fls. 119, termo 053, lavrado em 03/06/1976 (nota do pesquisador). -- FOTO 4 --
 

¹ A primeira serraria instalada no atual município de Marechal Cândido Rondon pertenceu ao argentino Julio Allica, no empreendimento Porto Artaza (hoje submerso pelas água de Itaipu Binacional), de sua propriedade no atual distrito rondonense de Porto Mendes. A instalação da serraria presume-se que aconteceu ainda antes de 1910.

________________________________

1977 – Acontece a conclusão da colocação dos arcos da construção da cobertura do mini-ginásio do Ginásio Estadual Eron Domingues, na sede municipal de Marechal Cândido Rondon (nota do pesquisador).

____________________________________

1983 - Acontece, com procissão, a celebração de Corpus Christi na Matriz Católica Sagrado Coração de Jesus (Rádio Difusora do Paraná AM. Frente Ampla de Notícias. Marechal Cândido Rondon: vol. 99, p. 23.06.1983).

_______________________________

1990 – Falece em Nova Petrópolis (RS) o pioneiro rondonense Helmuth Lohmann, aos 74 anos. Chegou na vila de General Rondon em outubro de 1952, na companhia da esposa Elsira Lemcke e dos filhos¹ Egon Adolfo, Rosemari, Gerda, Wili Germano e Gernot Bodo, procedente de Concórdia (SC). Em Marechal Cândido Rondon nasceu a filha Erica, em 1960.
 

¹ Egon Adolfo foi pastor em São Borja (RS), casou com Lori Vetter em Sapiranga (RS) em 1970 e fixou residência em Picada Café (RS), vindo a enviuvar em 1976. Mudou para Jaraguá do Sul (SC) e contraiu matrimônio em segundas núpcias com Rubia Froehner. Residem agora (2020) em Curitiba (PR).

Rosemari casou-se com Fred Koniecziniak (filho do casal pioneiro rondonense Teodoro e Ursula (Schmitz) Koniecziniak). Moram em Curitiba (2020), assim como Gerda Lohmann, solteira, enfermeira aposentada.

Wili Germano Lohmann casou-se com Marly Weiss, em São Bento do Sul (SC). Residem (2020) em Nova Petrópolis (RS).

Gernot Bodo Lohmann casou-se com Circe Rasche em Nova Petropolis, onde moram.

Erica Lohmann casou-se com Ivo Barreto de Souza, de Sideropolis (SC). Moram (2020) em Blumenau (SC).
 

Inicialmente, em General Rondon, Helmuth Lohmann se dedicou à venda de terras de colonizadoras em diversos municípios do Oeste do Paraná. Anos depois instalou uma olaria onde atualmente (em 2017), estão os Loteamentos Port I e PII.

Em 1971 a família Lohmann se mudou para São Bento do Sul (SC). Alguns anos depois, fixou residência na cidade de Nova Petrópolis (RS).

Helmuth Lohmann nasceu em Erebango (RS), em 14 de novembro de 1915, filho de  Adolfina (nascida Ruppenthal, em Três Coroas - RS) e Valentim Lohmann (nascido em Roca Sales, RS). Casou-se em 31 de maio de 1942 com Elsira Lemcke, nascida em Marcelino Ramos (RS), filha de Elma  (nascida Hofstaetter, em Nova Petrópolis, RS) e de Carlos Alberto Lemcke (nascido em Pelotas, RS). -- FOTOS 5 e 6 --

A edição do Newsletter da Família Lohmann no Brasil, nº 12, edição de outubro de 2009, p. 01, em matéria sobre Helmuth Lohmann relata:
 


“Casou com Elsira Lemke no ano de 1942, vindo a morar em Concórdia - SC. Ali estabeleceu-se com uma próspera casa de comércio de 'secos e molhados' [na localidade de Arabutã, grifo nosso], vendendo desde os produtos básicos, como açúcar e arroz (tinha descascador próprio), passando por um grande estoque de fazendas, até chapéus de feltro. Anexo à casa de comércio mantinha ainda, salão de baile e cancha de bolão. Em 1946, ele e a esposa adoeceram do tifo, tido na época como doença incurável. Então, na casa dos pais dele, ambos submeteram-se a tratamento alternativo de banhos de água, sendo curados. Ao retornarem, contudo, às atividades, o medo do contágio fez com que perdessem praticamente toda a freguesia, impossibilitando a continuação dos trabalhos. Com a venda do comércio o sr. Helmuth investiu o valor correspondente numa cerâmica no interior de Concórdia [na localidade de Santo Antônio, grifo nosso]. Pouco depois, no final dos anos quarenta, com o início da colonização do Oeste do Paraná, tornou-se corretor de terras da 'Madeireira e Colonizadora Rio Paraná’ (Maripá) e mais tarde da colonizadora 'Pinho e Terras'. Vindo a residir em Marechal Cândido Rondon - PR, viajava ao Rio Grande do Sul e Santa Catarina, buscando e trazendo eventuais compradores de terras agricultáveis, bem como de terrenos urbanos. Assim, tornou-se pioneiro e participou ativamente do crescimento de toda aquela região e, onde hoje, se localizam prósperas cidades como Palotina, Matelândia, Maripá, Marechal Cândido Rondon, Céu Azul, entre outras. Ainda nos anos cinquenta, estabeleceu-se mais uma vez no ramo da cerâmica, a primeira de Marechal Cândido Rondon. Em 1972, a família mudou-se para São Bento do Sul e a partir daí, o Sr. Helmuth começou a venda da raiz medicinal Tayuyá, que mais tarde, se tornou conhecida em todo o Sul do país. Em 1977, mudou-se para Nova Petrópolis - RS, continuando nos ramos das ervas medicinais, produzindo também pomadas, sabonetes e shampoos de ervas e raízes medicinais. O Sr. Helmuth foi incentivador da cultura, mormente da língua e cultura alemã, incentivando a leitura, o canto coral, sendo colaborador e escrevendo artigos para o jornal bilíngue 'Brasil Post'. Foi incentivador e co-fundador de escolas e do primeiro ginásio de Mal. Cândido Rondon, de vários corais [em Marechal Rondon foi co-fundador do Clube Aliança, grifo nosso] e clubes recreativos”.

_______________________________

2003 – É realizada a interiorização da administração municipal de Marechal Cândido Rondon, no distrito rondonense de Novo Três Passos (nota do pesquisador)

_______________________________

2008 - Pela lei nº 11.687/2008, é instituido oficialmente no Brasil, o Dia Nacional do Imigrante Italiano. A data escolhida para a comemoração foi o dia 21 de fevereiro, em homenagem a primeira leva de imigrantes italianos que chegaram ao Brasil, no Espírito Santo, em 1874, organizada por Pietro Tabacchi.

No Sul do Brasil, os primeiros imigrantes italianos foram as famílias de Luigi Sperafico. Tomaso Radaelli e Stefano Crippa que se estabeleceram na atual localidade de Nova Milano, no município de Farroupilha (RS).

O Brasil é o país com a mais forte descendência italiana no mundo (nota do pesquisador). -- FOTO 7 --

_____________________________________

2014 – É aberto o 7º Congresso de Ciências Agrárias do campus Unioeste de Marechal Cândido Rondon, com o tema “Tecnologia de Informação Aplicada à Agropecuária”. O Congresso segue até o dia 05 de junho. Integrou também a programação do evento o 4º Encontro Regional de Controle Alternativo (ERCA). A palestra de abertura foi proferida pelo presidente da Copagril, senhor Ricardo Silvio Chapla (nota do pesquisador). -- FOTO 8 --

_______________________________

2014 – São abertas as duas primeiras unidades de atendimento da Sicredi Aliança SP/PR, no Estado de São Paulo, nas cidades de Barretos e Orlândia (O Presente).

_______________________________

2015 – Falece vitima de enfarte, o empresário de palestras motivacionais, o rondonense Heinz Artur Schurt, na cidade de Florianópolis, onde residia. Seu corpo foi sepultado no cemitério municipal de Marechal Cândido Rondon (nota do pesquisador). -- FOTO 9 --

_______________________________

2016 - Acontece o Dia de Campo da Milho Safrinha da Copagril, na Estação Experimental da cooperativa, em Marehal Cândido Rondon.

_______________________________

2017 - O jornal O Presente publica matéria especial destacando que os motoristas rondonenses homens têm 20 vezes mais carteiras cassadas do que as mulheres (O Presente. Marechal Cândido Rondon: ed. 02.06.2016, p. 32 e 33).

____________________________________

2019 - Foi o dia de maior volume de precipitação pluviométrica na cidade de Marechal Cândido Rondon, durante o mês de junho: 12mm.

____________________________________

2019 - A ciclista rondonense Rosângela Cristina Schmitz vence a 2ª etapa do Circuito Vale do Iguaçu de Mountainbike, na cidade Dois Vizinhos, na categoria "Sport Master - Master Feminino". 

O evento foi disputado em duas categorias:Pro (94 km) e Sport (48 km). 

Na categoria "Sport", outros ciclistas rondonenses obtiveram classificações: Jean Michel, 3º lugar Master A1; Jeferson Smaniotto, 4º lugar na Master B2; Fernando Ribeiro, 5º na Master A Feminino; Rodrigo Berhofer, 7º na Sub 18; Mtaheus Vorpagel, 8ª na Sub-30; André Freitag, 10º na Master A2; Leonardo Schaufelberger, 13º na Master A1; João Paulo Chaves, 13º na Sub 50; Thomas Neumester, 15º na Sub 18; e Douglas Thomas, 16º na Sub 30.

A categoria "Pro" foi disputada por dois rondonenses: Marco Aurélio Stenzel classificou-se em 4º lugar na Master B2; e Andrei Kuntz ficou em 7º na Sub-30 (O Presente. Marechal Cândido Rondon: ed. 04.06.2019). -- FOTO 10 --

______________________________________

2020 - O prefeitomunicipal Marcio Andrei Rauber, de Marechal Cândido Rondon, anuncia investimentos de 5 milhões no município em pavimentações com pedras poliédricas e asfaltamento, com recursos próprios e de emendas parlamentares, assim previstas e cujos valores de custos podem ser menores com a licitação:

ITAIPU/CONTRAPARTIDA DO MUNICÍPIO

- 2ª etapa – Margarida a São Cristóvão

Valor: R$ 654.000,00

Metragem: 18.100 m²

- Linha Neuhaus

Valor: R$ 612.000,00

Metragem: 18.100 m²

EMENDA DO DEPUTADO FEDERAL EVANDRO ROMAN

- Linha Havaí

Valor: R$ 434.000,00

Metragem: 11.880 m²

- Linha São Cristóvão até a divisa com Toledo

Valor: R$ 280.000,00

Metragem: 7.780 m²

 

- Linha Schmidt

Valor: R$ 432.000,00

Metragem: 12.156 m²

 

- Linha Wilhelms

Valor: R$ 438.000,00

Metragem: 12.048 m²

- Linha Cinco Cantos

Valor: R$ 348.000,00

Metragem: 9.194 m²

EMENDA DO DEPUTADO FEDERAL FRANGÃO

- Linha São Luís

Valor: R$ 78.000,00

Metragem: 2.064 m²

- Linha Apepú

Valor: R$ 112.000,00

Metragem: 2.940 m²

- Linha Cunha Porã

Valor: R$ 175.000,00

Metragem: 4.596 m²

EMENDA DO DEPUTADO FEDERAL JOSÉ CARLOS SCHIAVINATO

- Linha Concórdia

Valor: R$ 320.000,00

Metragem: 8.537 m²

- Linha Maracanã/Arara

Valor: R$ 452.000,00

Metragem: 11.880 m²

- Linha Ajuricaba

Valor: R$ 454.000,00

Metragem: 12.036 m²

EMENDA DO EX-DEPUTADO FEDERAL DILCEU SPERAFICO/CONTRAPARTIDA

- 1ª ETAPA - Novo Horizonte a Bela Vista

Valor: R$ 547.000,00

Metragem: 7.200 

_______________________________________

2020 - O prefeito municipal de Pato Bragado, Leomar Rohden (Mano) renuncia ao cargo de presidente do Conselho dos Municípios Lindeiros ao Lago Itaipu, para atender determinação legal de desincompatibilzar  por ser pré-candidato a cargo eletivo no município. Em seu lugar assumiu a vice-presidente do Conselho, a prefeita de Mercedes, Cleci Rambo Loffi. 

_________________________________

2020 - A Secretaria de Saúde de Marechal Cândido Rondon divulga boletim epidemiológico com a confirmação de mais um novo caso positivo de pessoa acometida pelo vírus no município, passando de 14 para 15 positivados. -- FOTO 11 --

_________________________________

2021 - Falece, por volta das 23:45 horas, o padre diocesano Adair Bennemann, vigário da Paróquia Santa Rosa de Lima, de Nova Santa Rosa, aos 62 anos, devido a complicações em decorrência do acometimento de COVID 19.

Era natural de Ibicaré (SC), nascido em 31 de março de 1959, primeiro dos seis filhos do casal Nercy Aloísio Bennemann e Nairda Franzener Bennemann, sendo seus irmãos: Ademir, Ademar, Anelise, Anelori e Anemeri.

Formação Eclesiástica:

Ingressou no Seminário Sagrado Coração de Jesus, em Ibicaré (SC) e, 1972, aos 13 anos, onde permaneceu cursando da 5ª série à 8ª série do primário. Ao final, deixou a congregação, retornou para a casa da família por mais três, em Quatro Pontes, tempo em que cursou o Segundo Grau no Colégio Luterano Rui Barbosa de Marechal Cândido Rondon, Paraná.

Motivado pelo trabalho vocacional realizado na Diocese de Toledo (PR), encaminhou-se para o ingresso na vida religiosa diocesana.

De 1980 a 1983, ingressou no Seminário Maria Mãe da Igreja de Toledo, onde cursou Filosofia na Facitol.

De 1984 a 1987 ingressou na Teologia no Studium Theologicum em Curitiba. Enquanto estudante de Teologia fez estágio pastoral:

1984: Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe, Curitiba.

1985-1986: Presídio de Piraquara.

1987: Paróquia Cristo Rei – Catedral de Toledo.

Recebeu as Ordens Menores do Acolitato e Leitorato em 07 de julho de 1985, enquanto cursava o segundo ano de Teologia. Recebeu o Diaconato no dia 04 de julho de 1987.

Foi ordenado Presbítero no dia 08 de dezembro de 1987, tendo como lema: “Tu és Sacerdote para sempre segundo a ordem de Melquisedec”.

Trajetória presbiteral:

Após sua ordenação, exerceu seu ministério nas seguintes comunidades:

- 09/01/1988: Vigário Paroquial da Paróquia Santo Inácio de Loyola – Jesuítas

- 19/02/1989: Vigário Paroquial da Paróquia Nossa Senhora do Carmo – Assis Chateaubriand

- 31/01/1990: Pároco da Paróquia Santo Antônio – Formosa do Oeste

- 20/02/1993: Pároco da Paróquia São Pedro – São Pedro do Iguaçu

- 1994 a 1996: Auxiliar no Seminário Maria Mãe da Igreja – Toledo

- 22/09/1996: Administrador Paroquial da Paróquia Santo Inácio de Loyola – Jesuítas

- 29/10/1999: Pároco da Paróquia Santo Inácio de Loyola – Jesuítas

- 19/07/2003: Administrador Paroquial da Paróquia São Roque – Nova Aurora

- 2004: Administrador Paroquial Paróquia N. Senhora Aparecida – Luis Eduardo Magalhães - Diocese de Barreiras – BA

- 02/03/2005: Vigário Paroquial da Paróquia Sagrado Coração de Jesus – M.C. Rondon e Administrador da Pró-Paróquia Maria Mãe da Igreja – M. C. Rondon

- 20/05/2007: Pároco da Paróquia Maria Mãe da Igreja, de Marechal Cândido Rondon, por ocasião da criação da nova Paróquia.

- 01/02/2009 a 2019: Paróquia Nossa Senhora Aparecida (Guaíra)

- Desde 12 de fevereiro de 2020, Pároco da Paróquia Santa Rosa de Lima de Nova Santa Rosa.

Seu corpo foi sepultado no cemitério público da cidade de Quatro Pontes. -- FOTO 12 -

_______________________________________

 

Compartilhe

COMENTÁRIOS

Memória Rondonense © Copyright 2015 - Todos os direitos reservados