Deprecated: __autoload() is deprecated, use spl_autoload_register() instead in /home/memoriar/public_html/index.php on line 2
Acontecimentos históricos do dia 13 de Setembro - Memória Rondonense

Acontecimentos históricos do dia 13 de Setembro

2017 - Falece a pioneira rondonense Ella (nascida Thille) Dickel (...)

Pioneira rondonense Ella (nascida Thille) Dickel, falecida em 13 de setembro de 2017. 
Imagem: Acervo Jocelene Debona -
Pioneira rondonense Ella (nascida Thille) Dickel, falecida em 13 de setembro de 2017. Imagem: Acervo Jocelene Debona -
Revolta da Cachaça no Rio de Janeiro em 1661, que inspirou a criação do Dia Nacional da Cachaça no Brasil.
Imagem: Acervo Mapa da Cachaça, de autor desconhecido - FOTO 2 --
Revolta da Cachaça no Rio de Janeiro em 1661, que inspirou a criação do Dia Nacional da Cachaça no Brasil. Imagem: Acervo Mapa da Cachaça, de autor desconhecido - FOTO 2 --
Moenda de cana no Brasil Colonial para produção de açúcar e aguardente.
Imagem: Acervo Domínio Público - Pintura de Johannes Rugendas (com redifinição) - FOTO 3 -
Moenda de cana no Brasil Colonial para produção de açúcar e aguardente. Imagem: Acervo Domínio Público - Pintura de Johannes Rugendas (com redifinição) - FOTO 3 -
D. Manoel Könner, primeiro bispo da então Prelazia de Foz do Iguaçu, foi ordenado sacerdote da Congregação do Verbo Divino, em 13 de setembro de 1910. 
Imagem: Acervo Mitra Diocesana de Campo Mourão - FOTO 4 -
D. Manoel Könner, primeiro bispo da então Prelazia de Foz do Iguaçu, foi ordenado sacerdote da Congregação do Verbo Divino, em 13 de setembro de 1910. Imagem: Acervo Mitra Diocesana de Campo Mourão - FOTO 4 -
Mapa com destaque do extinto território do Iguaçu.
Imagem: Acervo Memória Rondonense - FOTO 5 -
Mapa com destaque do extinto território do Iguaçu. Imagem: Acervo Memória Rondonense - FOTO 5 -
Dalita (nascida Hentges) Serfas, segunda da direita à esquerda, com o filho Luiz, à direita.  À esquerda, a filha Liane, o esposo Jan, a filha Lili, o genro Werner Dause, a nora Reni Rusch e o filho Lirio. 
As crianças, 1º Aron Dause, filho de Lili e Werno Dause ; e 2º Ricardo Adriano Serfas e 3º Marcos Rafael Serfas, filhos de Lirio.
Imagem: Acervo Liane Serfas - FOTO 6 -
Dalita (nascida Hentges) Serfas, segunda da direita à esquerda, com o filho Luiz, à direita. À esquerda, a filha Liane, o esposo Jan, a filha Lili, o genro Werner Dause, a nora Reni Rusch e o filho Lirio. As crianças, 1º Aron Dause, filho de Lili e Werno Dause ; e 2º Ricardo Adriano Serfas e 3º Marcos Rafael Serfas, filhos de Lirio. Imagem: Acervo Liane Serfas - FOTO 6 -
Celebração do culto ecumênico alusivo aos 26 anos do município de Quatro Pontes. 
Oficiantes, da esquerda à direita: Pastor Vagno Paranho, Pastor Nerison Vorpagel, Padre Jauri Strieder e  Pastor Gelmir Bresolin.
Imagem: Acervo Imprensa  PM-Quatro Pontes - Crédito: Vanderleia Kochepka - FOTO 7 -
Celebração do culto ecumênico alusivo aos 26 anos do município de Quatro Pontes. Oficiantes, da esquerda à direita: Pastor Vagno Paranho, Pastor Nerison Vorpagel, Padre Jauri Strieder e Pastor Gelmir Bresolin. Imagem: Acervo Imprensa PM-Quatro Pontes - Crédito: Vanderleia Kochepka - FOTO 7 -
Grupo musical do CTG Tertúlia do Paraná que se apresentou nas festividades do 26º aniversário de Quatro Pontes. 
Imagem: Acervo Imprensa PM-Quatro Pontes - Crédito: Vanderleia Kochepka - FOTO 8 -
Grupo musical do CTG Tertúlia do Paraná que se apresentou nas festividades do 26º aniversário de Quatro Pontes. Imagem: Acervo Imprensa PM-Quatro Pontes - Crédito: Vanderleia Kochepka - FOTO 8 -
Ministro José Antonio Dias Toffoli (e), ao lado do Presidente da  República, Michel Temer, no dia de sua posse na presidência do Supremo Tribunal Federal (STF). 
Imagem: Acervo G1.Globo - Crédito:  Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo - FOTO 9 -
Ministro José Antonio Dias Toffoli (e), ao lado do Presidente da República, Michel Temer, no dia de sua posse na presidência do Supremo Tribunal Federal (STF). Imagem: Acervo G1.Globo - Crédito: Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo - FOTO 9 -
Professor Mauri Gilberto Merten e o aluno Anderson Daniel de Borba recebendo a premiação durante cerimônia na cidade de Curitiba. 
Imagem: Acervo O Presente - FOTO 10 -
Professor Mauri Gilberto Merten e o aluno Anderson Daniel de Borba recebendo a premiação durante cerimônia na cidade de Curitiba. Imagem: Acervo O Presente - FOTO 10 -

======================================================================================================

1661 - Ocorre a insurreição dos produtores de cana de açúcar e dos proprietários de alambiques na cidade do Rio de Janeiro contra a Coroa Portuguesa, por proibir a produção e da venda da cachaça no Brasil.

A produção de cachaça no Brasil, nos tempos coloniais, era uma atividade econômica altamente rentável e o produto considerado de alta qualidade. Com uma produção interna alta, o aguardente tinha baixa importação direto de Portugal. A concorrência e a reduzida venda para o Brasil  prejudicava os interesses dos produtores da bebida instalados na metrópole. Em 13 de setembro de 1649, os fabricantes lusitanos são beneficiados por Carta Régia, de D. João IV, que proíbe a fabricação e a venda da cachaça em todo o território brasileiro.

O motim dos brasileiros ficou conhecido como a Revolta da Cachaça ou Revolta do Barbalho. Os revoltosos tomam o poder por cinco meses. O movimento pode ser considerado como a primeiria insurreição nacional.

Retomado o poder, os revoltosos são  penalizados com violência pelas autoridades portuguesase e o líder do movimento, Jerônimo Barbalho Bezerra, é enforcado e decapitado. Sua cabeça é exposta no pelourinho da cidade, para lembrar à população fluminense que qualquer incidente de revolta será rechaçado, podendo custar a cabeça de seus protagonistas. 

A escolha de 13 de setembro pelos fabricantes brasileiros de aguardente, como o Dia Nacional da Cachaça, é uma forma  de lembrar os tempos de um Brasil colonial, quando a bebida, agora reconhecida como produto genuinamente brasileiro e de consumo nacional, foi símbolo de resistência contra a dominação portuguesa (nota do pesquisador). -- FOTOS 2 e 3 --

_______________________________________

1889 – Ocorre a saída da segunda turma exploradora de Guarapuava para instalar oficialmente a Colônia Militar de Foz do Iguaçu (PR), formada por 34 cargueiros (quase sempre compostas de mulas, grifo nosso).

A expedição é composta de 34 soldados, 12 operários, 4 tropeiros, 3 esposas de militares e um ofícial do Exército Imperial, tenente José Joaquim Firmino, comandante da comissão (COSTA, Luiz Alberto Martins da. Calendário Histórico de Toledo – Cronologia de Fatos, Registros e Curiosidades da História do Município de Toledo. Toledo: Gráfica e Editora GFM, 2009. p.201)

_______________________________________

1910 - É ordenado sacerdote da congregação do Servos doVerbo Divino (SVD), Manoel Könner, futuro prelado  e primeiro bispo de Foz do Iguaçu¹ (nota do pesquisador). -- FOTO 4 --
 

¹ Anos depois a diocese foi extinta e em seu lugar foi criada da diocese de Toledo. Em 1978, o Papa Paulo VI recriou a diocese pela bula “ De Christiane Populi."

_____________________

1926 - Nasce na cidade de Ponta Grossa (PR), o pioneiro, 1º engenheiro-agronômo no projeto de colonização da Maripá e ex-vereador pela vila de Quatro Pontes na Câmara Municipal de ToledoRubens Stresser (COSTA, Luiz Alberto Martins da. Calendário Histórico de Toledo – Cronologia de Fatos, Registros e Curiosidades da História do Município de Toledo. Toledo: Gráfica e Editora GFM, 2009. p. 201)

Ver mais, clique aqui

______________________________________

1943  - É criado pelo Decreto-Lei Federal nº 5.812, o Território Federal do Iguaçu, pelo Presidente da República, Getúlio Vargas.

A nova unidade territorial começava no talvegue do Rio Ivai, no noroeste do Paraná, e ia até o talvegue do Rio Uruguai, na divisa de Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

 A capital do território foi a atual cidade de Laranjeiras do Sul, denominada de "Iguaçu”. O território foi extinto em 18 de setembro de 1946, com a Constituição daquele ano (nota do pesquisador).  -- FOTO 5 -- 

________________________________________

1970 – O Lyons Club de Marechal Cândido Rondon recebe a visita do governador estadual da entidade, senhor Moisés Krubrusly e sua esposa Dulce (nota do pesquisador). 

_______________________________

1971 -  A Câmara Municipal de Marechal Cândido Rondon aprova projeto de lei que concede o título de cidadão honorário do município ao senhor Eduardo Motta Pirotelli, chefe do 8º  distrito do DER, em Cascavel (nota do pesquisador).

_______________________________

1987 - Falece a senhora Dalita (nascida Hentges) Serfas, esposa do reverendo Jan Serfas, terceiro pastor da Igreja Evangélica Congregacional de Marechal Cândido Rondon. Seu corpo foi sepultado no cemitério público da cidade de Marechal Cândido Rondon. 

Com a viuvez, o pastor casou-se em segundas núpcias com Bronilda Cornélius, em 29 de outubro de 1994 (GREGORY, Valdir et allii. IECB 50 ANOS - 1959 a 2009. Marechal Cândido Rondon; Editora Germânica, 2008, p. 074). -- FOTO 6 -- 

Ver mais, clique aqui 

_______________________________

1989 - É instalada na Câmara Municipal de Marechal Cândido Rondon, a Constituinte para elaborar a nova Lei Orgânica do Município consoante aos ditames da nova Constituição Federal de 1988 (Rádio Difusora do Paraná. Panorama. Marechal Cândido Rondon: vol. 024, ed. 12.09.1989, p.121  ed. 14.09.1989, p. 137).

____________________________________

2003 - É fundada a Associação Beneficente Cristo (ABEC), com o objetivo de dar continuidade aos trabalhos iniciados pela Congregação Cristo, de Marechal Cândido Rondon, em atendimento a familias luteranas ou não, em suas mais deviersas formas e extensões (O Presente. Marechal Cândido Rondon: ed. 14.09.2018, p. 20). 

_____________________________________

2014 – Acontece no Clube Lira, de Linha Horizonte a 1ª Festa da Mandioca (Maniok Fest), com apoio da Associação de Danças Folclóricas e da Secretaria de Cultura de Marechal Cândido Rondon. A organização do evento foi do próprio Clube Lira (O Presente).

_______________________________

 2014 - Falece o pioneiro rondonense (chegou em Pato Bragado, em 1964) Edwino Van der Sand, filho de Erna e João Van der Sand (óbito registrado no Registro Civil de Medianeira (PR), no Livro C-18, fls.237, termo 6955). 

_______________________________

2017 - Falece  a pioneira rondonense Ella (nascida Thille) Dickel, aos 95 anos de idade. Chegou de mudança em Marechal Cândido Rondon, em 28 de maio de 1958. Antes ela e  família se instalaram na cidade de Cascavel, em 1957, procedente de Três Passos (RS), após nove dias de viagem. 

Ella foi casada com Arnildo Dickel (de quem se separou em anos depois), que teve o primeiro táxi legalizado em Marechal Cândido Rondon. Arnildo Dickel é falecido em 29 de outubro de 2009.

São filhos do casal: Sinécio, Waldoir e Dulce Debona (nota do pesquisador). -- FOTO 1 - 

 _______________________________

2017 - O município de Mercedes comemora o 25º aniversário de emancipação político-administrativa (O Presente. Marechal Cândido Rondon: ed. 15.09.2017, p. 16, 17 e 18). 

_____________________________________

2018 - É celebrado o culto ecumênico alusivo ao 26º aniversário de emancipação político-administrativa do município de Quatro Pontes, na Casa da Cultural. 

A celebração foi conduzida pelo pastor Gelmir Bresolin, da Igreja Assembleia de Deus; pastor Vagno Paranho, da Igreja  Evangélica Luterana no Brasil (IELB); padre Jauri Strieder, da IgrejaCatólica Nossa Senhora da Glória; e pelo pastor Nérison Vorpagel, da Igreja Evangélica  de ConfissãoLuterana do Brasil (IECLB).

Após o ofício religioso, o  Centro de Tradições Gaúchas (CTG)Tertúlia do Paraná, de Marechal Cândido Rondon (PR), apresentou o espetáculo musical "Origens" (nota do pesquisador). -- FOTOS 7 e 8 -- 

_____________________________________

2018 - A Câmara Municipal de Marechal Cândido Rondon restitui à Prefeitura Municipal, o valor de 1,6 milhão reais, resultado da economia feita pela administração da Casa Legislativa (O Presente. Marechal Cândido Rondon: ed. 14.09.2018, p. 09 ). 

______________________________________

2018 - O ministro José Antonio Dias Toffoli toma posse na presidência do Supremo Tribunal Federal (STF), para um período de dois anos, sob suspeição de muita gente quanto a sua imparcilaidade dada a sua longa e forte ligação às lideranças petista e ao Partido dos Trabalhadores (PT). 

Ele substitui a ministra Carmén Lúcia como presidente da Suprema Corte (nota do pesquisador). -- FOTO 9 -- 

______________________________________

2019 - Em solenidade na cidade de Curitiba, o estudante rondonense¹ Anderson Daniel de Borba e seu professor mediador Mauri Gilberto Merten, da Escola Municipal Antonio Rockembach,  recebem o prêmio de 1ª colocação, em nível estadual,  da 2ª edição do Concurso SESC - Entrelendas, na categoria Ensino Fundamental I que envolve alunos do 1º ao 5º ano (O Presente. Marechal Cândido Rondon: ed. 01.10.2019, p. 23). -- FOTO 8 --
 

¹ É o gentílicio de quem nasce ou reside no municipio de Marechal Cândido Rondon (nota do pesquisador).

_______________________________________

 

 

Compartilhe

COMENTÁRIOS

Memória Rondonense © Copyright 2015 - Todos os direitos reservados