Acontecimentos históricos do dia 7 de Janeiro

1971 – Falece na cidade de Três Passos (RS) o ex radialista rondonense Antonio Maximiliano Ceretta (...)

Maximiliano Antonio Cerreta (em pé), ex-diretor da Rádio Difusora e ex-presidente da Câmara Municipal de Marechal Rondon, falecido em 1971. 
Imagem: Acervo Memória Rondonense
Maximiliano Antonio Cerreta (em pé), ex-diretor da Rádio Difusora e ex-presidente da Câmara Municipal de Marechal Rondon, falecido em 1971. Imagem: Acervo Memória Rondonense
Página 1 da publicação da Lei nº 276/1898, que criou a Administração dos Correios no Paraná. 
Imagem: Acervo Arquivo Público do Paraná - FOTO 2 -
Página 1 da publicação da Lei nº 276/1898, que criou a Administração dos Correios no Paraná. Imagem: Acervo Arquivo Público do Paraná - FOTO 2 -
Segunda página da publicação da Lei nº 276/1898.
Imagem: Acervo Arquivo Público do Paraná - FOTO 3 -
Segunda página da publicação da Lei nº 276/1898. Imagem: Acervo Arquivo Público do Paraná - FOTO 3 -
Página 3 da publicação da Lei nº 276/1898. 
Imagem: Acervo Arquivo Público do Paraná - FOTO 4 -
Página 3 da publicação da Lei nº 276/1898. Imagem: Acervo Arquivo Público do Paraná - FOTO 4 -
Página 4 da publicação da Lei nº 276/1898.
Imagem: Acervo Arquivo Público do Paraná - FOTO 5 -
Página 4 da publicação da Lei nº 276/1898. Imagem: Acervo Arquivo Público do Paraná - FOTO 5 -
Página final da publicação da Lei nº 276/1898.
Imagem: Acervo Arquivo Público do Paraná - FOTO 6 -
Página final da publicação da Lei nº 276/1898. Imagem: Acervo Arquivo Público do Paraná - FOTO 6 -
O pioneiro Guido Rockenbach fotografado em tempos de juventude no Rio Grande do Sul. Imagem: Acervo Guido Rockenbach - FOTO 7 -
O pioneiro Guido Rockenbach fotografado em tempos de juventude no Rio Grande do Sul. Imagem: Acervo Guido Rockenbach - FOTO 7 -
Troca de alianças dos noivos Venilda Mees e Romeu Saatkamp na Igreja Martin Luther, em janeiro de  1967. 
Imagem: Acervo do casal - FOTO 8 -
Troca de alianças dos noivos Venilda Mees e Romeu Saatkamp na Igreja Martin Luther, em janeiro de 1967. Imagem: Acervo do casal - FOTO 8 -
Grupo de trabalhadores na construção do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu.
Imagem: Acervo Waldir Gugliemi Salvan - FOTO 9 -
Grupo de trabalhadores na construção do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu. Imagem: Acervo Waldir Gugliemi Salvan - FOTO 9 -
Pista recém pavimentada do AeroportoInternacional de Foz do Iguaçu, em 1974.
Imagem: Acervo Walter Dysarsz. - FOTO 10 --
Pista recém pavimentada do AeroportoInternacional de Foz do Iguaçu, em 1974. Imagem: Acervo Walter Dysarsz. - FOTO 10 --
Detalhes do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu logo depois do final da pavimentação e construção da estrutura física.
Imagem: Acervo Walter Dysarsz -FOTO 11 -
Detalhes do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu logo depois do final da pavimentação e construção da estrutura física. Imagem: Acervo Walter Dysarsz -FOTO 11 -
Padre Irineu Roque Scherer, depois bispo, ordenado sacerdote em 1977. Imagem: Acervo Miguel Fernandes Reichert - FOTO 12 -
Padre Irineu Roque Scherer, depois bispo, ordenado sacerdote em 1977. Imagem: Acervo Miguel Fernandes Reichert - FOTO 12 -
Casal Amanda e Edmundo Wondracek que comemorou bodas de ouro, em janeiro de 1989.
Imagem: Acervo Arno Wondracek - FOTO 13 -
Casal Amanda e Edmundo Wondracek que comemorou bodas de ouro, em janeiro de 1989. Imagem: Acervo Arno Wondracek - FOTO 13 -
Passaporte de Willy Albert Spiecker com a sua identificação. 
Imagem:  Acervo de documentos de Margarida Spiecker - FOTO 14 -
Passaporte de Willy Albert Spiecker com a sua identificação. Imagem: Acervo de documentos de Margarida Spiecker - FOTO 14 -
"Willy Pescador" com a esposa Margarida com os filhos João Gabriel, Willy Alfredo e Tony Uwe, próximo à residência no barranco do Rio São Francisco Verdadeiro. Imagem: Acervo Margarida Spiecker - FOTO 15 -
Willy Spiecker e esposa Margarida num barco, na confluência do Rio São Francisco Verdadeiro com o caudaloso Rio Paraná, mostrando a cabeça de um peixe jaú. 
Imagem: Acervo Margarida Spiecker - FOTO 16 -
Willy Spiecker e esposa Margarida num barco, na confluência do Rio São Francisco Verdadeiro com o caudaloso Rio Paraná, mostrando a cabeça de um peixe jaú. Imagem: Acervo Margarida Spiecker - FOTO 16 -
Casa pioneira da família Felder construída em 1941, na Linha Bamberger, em Treze Tílias (SC).
Imagem: Acervo Junior Felder - FOTO  17 -
Casa pioneira da família Felder construída em 1941, na Linha Bamberger, em Treze Tílias (SC). Imagem: Acervo Junior Felder - FOTO 17 -
Fachada de fundos da residência Felder, em Trez Tílias.
Imagem: Acervo Junior Felder - FOTO 18 -
Fachada de fundos da residência Felder, em Trez Tílias. Imagem: Acervo Junior Felder - FOTO 18 -
Outra vista da fachada da moradia da Família Felder, na Linha Bamberger (SC).
Imagem: Acervo Junior Felder - FOTO 19 -
Outra vista da fachada da moradia da Família Felder, na Linha Bamberger (SC). Imagem: Acervo Junior Felder - FOTO 19 -
Ciclista rondonense Walmor Buche que em 2019 percorreu 18.481 quilômetros de bicicleta.
Imagem: Acervo pessoal - FOTO 20 -
Ciclista rondonense Walmor Buche que em 2019 percorreu 18.481 quilômetros de bicicleta. Imagem: Acervo pessoal - FOTO 20 -
Preparador físico rondonense Renan Felipe Hartmann Nunes contratado pelo Coritiba Football Club, em janeiro de 2022.
Imagem: Acervo O Presente - FOTO 21 - -
Preparador físico rondonense Renan Felipe Hartmann Nunes contratado pelo Coritiba Football Club, em janeiro de 2022. Imagem: Acervo O Presente - FOTO 21 - -

===================================================================================

1898 - Pela Lei Estadual nº 276, o Governo do Paraná cria a Administração dos Correios no Estado ( NEGRÃOFrancisco. Efemérides Paranaenses. Revisão e ampliação de Carlos Zatti. Curitiba: Instituto Histórico e Geográfico do Paraná, via meio eletrônico (e-mail), em 05.01.2021. -- FOTOS 2, 3, 4, 5 e 6 -- 

______________________________________

1928 – Nasce em Santa Clara do Sul, na época distrito do município de Lageado (RS), o pioneiro rondonense Guido Rockembach, que chegou em Marechal Cândido Rondon em 28 de julho de 1956. Instalou-se com a produção de mudas de árvores frutíferas e flores e agropecuária, empreendimento conhecido como “Quinta das Seleções” (nota do pesquisador). -- FOTO  -- 7 --

_______________________________

1967 - Casam-se na Igreja Evangélica Martin Luther, de Marechal Cândido Rondon, os jovens  pioneiros rondonenses Venilda Mees e Romeu Saatkamp.

Ela professora e filha de Hertha (nascida Wohlemberg) e Aloicius Mees¹; e ele cirurgião-dentista, filho de Azira (nascida Diemer) e João  Saatkamp² (informação recebida via Facebook, in box, de Venilda Saatkamp, em 12.02.2017). -- FOTO 8 --
 

¹ O casal Hertha e Aloicius Mees e filhos chegaram à então vila de General Rondon em 20 de agosto de 1954, vindos de Santo Ângelo, Rio Grande do Sul. 
 

² O casal Azira e João Saatkamp e filhos chegaram de mudança à então sede distrital de General Rondon em 12 de maio de 1957, procedente de Arabutã, então distrito do município de Concórdia (SC).

_______________________________

1971 – É emitido comunicado pelos proprietários e gerentes de lojas de tecidos e confecções de Marechal Cândido Rondon, que a partir daquela data seus estabelecimentos não mais abrirão após o meio dia de sábado (nota do pesquisador).

_______________________________

1971 – Falece na cidade de Três Passos (RS) o ex-radialista rondonense Antonio Maximiliano Ceretta, primeiro diretor da Rádio Difusora Rondon AM (depois Rádio Difusora do Paraná AM),  vereador e presidente da Câmara Municipal de Marechal Cândido Rondon (nota do pesquisador). -- FOTO 1 --

_____________________________________

1974 - É inaugurado o Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu. As obras do novo aeroporto e sua pavimentação iniciaram em 1965 (colaborou Waldir Guglielmi Salvan). -- FOTOS 9, 10  e 11 -- 

__________________________________ 

1977 - Acontece na cidade de Assis Chateuabriand (PR),  na Matriz Católica Nossa Senhora do Carmo, a ordenação sacerdotal do diácono Irineu Roque Scherer¹, de família moradora no distrito de Dois Irmãos, município de Toledo, onde no dia seguinte oficiou sua primeira missa (Rádio Difusora Rondon AM. Frente Ampla de Notícias. Marechal Cândido Rondon: vol. 40, de 03.12.1977 a 16.01.1978). -- FOTO 12 --
 

¹ Anos depois foi sagrado bispo e nomeado para a diocese de Garanhuns, Pernambuco. Alguns anos mais tarde,  designado bispo de Joinville, Santa Catarina.  Faleceu nessa cidade catarinense  em 02 de julho de 2016 (nota do pesquisador). 

Ver mais, clique aqui

_______________________________

1978 - Integrantes da Jotacê, orgão da juventude da Comunidade Luterana Cristo, de Marechal Cândido Rondon, participam na cidade de Naviraí, Mato Grosso do Sul, do 1º Congresso do Distrito Juvenil Brasil-Oeste - Dijubrá (Rádio Difusora AM. Frente Ampla de Notícias. MarechalCândido Rondon: vol. 40, de 03.12.1977 a 16.01.1978). 

_______________________________

1978 - Acontece às 15 horas, no então Ginásio Estadual hoje Colégio Estadual Eron Domingues, reunião com o prefeito municipal Almiro Bauermann, então deputado estadual Werner Wanderer e a comunidade rondonense - uma espécie de audiência pública informal - com o objetivo de encetar uma campanha de embelezamento da cidade de Marechal Cândido Rondon, como ajardinamento de residências, conservação de muros e calçadas por parte dos moradores; enquanto o poder público se comprometia revitalizar as então praças Médici e 25 de julho, hoje praças Dealmo Selmiro Poersch, respectivamente, e a construção de abrigos nos princiupais pontos de parada de ônibus (Rádio Difusora Rondon AM. Frente Ampla de Notícias. Marechal Câmdido Rondon: vol. 40, de 03.12.1977 a 16.01.1978).

______________________________

1987 - Assume a Delegacia de Polícia Civil de Marechal Cândido Rondon, o delegado Pedro Notari (WIEDMER, Ronaldo Luiz. Novo delegado de Mal. Rondon tomou posse ontem. Marechal Cândido Rondon: Rádio Difusora do Paraná AM, Panorama, vol. 08, cad. janeiro e fevereiro de 1987, fls. 25).

______________________________________

1989 - Celebra Bodas de Ouro o casal rondonense Amanda (nascida Waldow) e Edmundo Wondracek, em celebração religiosa oficiada pelo pastor Gustavo Neumann, na Primeira Igreja Batista de Marechal Cândido Rondon (colaborou Arno Wondracek).  -- FOTO 13 --

Ver mais, clique aqui.

____________________________________

2003 - Falece, em Pato Bragado, o imigrante alemão Willy Albert Spiecker, conhecido na região como "Willy Pescador", por seu modo de vida de pescador e por residir anos no alto do barranco na confluência do Rio São Francisco Verdadeiro no Rio Paraná, defronte ao extinto Porto Britânia. 

Era natural de Flatow, norte da Alemanha, onde nasceu em 11 de março de 1914, filho de Maria e Willy Alfred Spiecker. 

Casou-se em 08 de fevereiro de 1964, em Pato Bragado, com Margarida Felder, nascida em 10 de maio de 1940, filha do casal austríaco imigrante Tereza (nascida Hausberger) e Alfred Joseph Felder¹. 
 

 ¹ Imigrou de Mellau, Voralberg, para Treze Tílias (SC) e, depois, para Pato Bragado.
 

São filhos do casal Margarida e Willy Spiecker: João Gabriel, Willy Alfredo e Tony Uwe. 

De profissão marinheiro, Willy Albert Spiecker foi tripulante do navio alemão Poseidon, abandonado pela tripulação² no porto argentino de Mar del Plata, por causa da 2ª Guerra Mundial. Ele e mais um colega foram os últimos a abandonar a embarcação. O último registro oficial da atracagem do navio num porto, no passaporte de Willy Albert, é a cidade platina. 
 

 ² Após o fim do conflito mundial, o marinheiro alemão procurou a representação de seu pais na Argentina para tentar voltar à Alemanha, mas foi aconselhado a desistir da ideia sob a alegação que estava muito ruim a situação em sua terra natal. 
 

Para sobreviver em solo argentino, Willy Spiecker se dedicou à caça e pesca, cujas carnes vendia. Sem se fixar num local, o marinheiro foi subindo o Rio Paraná, de parada em parada, até certo dia chegar a região de Puerto Iguazu, na região das Três Fronteiras,  onde começou a vender o seu pescado ao destacamento local do Exército argentino.  

Em seu périplo rio acima, Willy também se fixou por uma curta temporada no antigo Porto Felicidade, no atual município de Entre Rios do Oeste, antes de se estabelecer em definitivo à foz do Rio São Francisco Verdadeiro. 

Por sua habilidade como marinheiro, foi contratado pela Maripá para ajudar na manobra de jangadas de toras e navios, durante o período de embarque de madeiras, em Porto Britânia. Foi a colonizadora que lhe construiu a residência no alto da borda dos dois rios - afluente e afluído. 

Willy granjeou muito reconhecimento e simpatia na região, por sua habilidade de pesca, principalmente entre os pescadores, e por sua história de vida. -- FOTOS 14, 15, 16, 17, 18 e 19 --

_____________________________________

2011 - O Congresso da República do Paraguai, pela Lei nº 4261, declara o terere¹ como patrimônio cultural e bebida nacional do País. Institui o último sábado do mês de fevereiro de cada ano, como "Dia Nacional do Terere". 
 

¹ A legislação paraguaia se infere com o Oeste do Paraná, onde o terere é amplamente consumido (nota do pesquisador). 

__________________________________

2018 -  Assume interinamente a Prefeitura Municipal de Marechal Cândido Rondon até o próximo dia 15 de janeiro, o vice-prefeito Ilário (Ila) Hofstaetter, em virtude do período de férias do prefeito municipal Marcio Andrei Rauber (O Presente. Marechal Cândido Rondon: ed. 08.01.2018, p. 08). 

_____________________________________

2019 - Foi o dia de maior precipitação pluviométrica na sede municipal de Marechal Cândido Rondon, no mês de janeiro: 60mm.

____________________________________

2020 - O ciclista rondonense Walmor Buche (57 anos), como confirmado pelo aplicativo Strava, contabilizou 18.481 quilômetros percorridos de bicicleta em 2019.

Com este resultado, o ciclista superou a marca recorde de 17.366,50 quilômetros alcançada em 2018 (O Presente. Marechal Cândido Rondon: ed. 07.01.2020, p. 24 e 25). -- FOTO 20 --

Ver mais, clique aqui

_______________________________________

2022 - O rondonense Renan Felipe Hartmann Nunes¹, especialista em preparação física, é contratado pelo Coritiba Foot Ball Club, da Capital Paranaense, para atuar no departamento de preparação física do clube (O Presente. Marechal Cândido Rondon: ed. 07.01.2022: 30 e 31). -- FOTO 21 --
 

¹ É doutor em Educação Física pela Universidade Federal de Santa Ctarina (UFSC) e Universidade Tecnológica de Sidney, Austrália; mestrado e especialização pela Universidade Federal do Paraná (UFPR); e bacharelado e docência na Universidade Estadual do oeste do Paraná (Unioeste), campus de Marechal Cândido Rondon.

________________________________________

2022 - A sexta-feira é ensolarada na cidade de Marechal Cândido Rondon (PR), com nebulosidade dispersa. Temperaturas amenas para a estação,  entre 21 e 29 graus. Durante a madrugada ocorre precipitação pluviométrica intermitente, totalizando 20 mm. No período vespertino ocorreu a formação de nuvens e choveu em pontos isolados na parte leste da cidade.

Nas serras catarinenses teve ocorrência de geadas, em função da queda da temperatura. A Rádio Clube de Canoinhas (SC) em sua mídia digital (Facebook) compartiu a seguinte nota sobre o fenômeno: 
 

Em pleno verão, a Serra catarinense amanheceu nesta sexta-feira (7) com temperaturas baixas e geada. O fenômeno mudou o cenário do Vale do Caminhos da Neve, a três km do centro de São Joaquim, onde as plantas rasteiras ficaram cobertas por uma fina camada de gelo.

A temperatura ficou entre 4°C  e 5°C e ainda mais baixa na relva. Já na estação do INMET/São Joaquim, próximo ao centro da cidade, a temperatura registrada foi de 8,4°C. Há 26 anos não fazia tão frio no dia 7 de janeiro. O último registro foi de 7,0°C no dia 7 de Janeiro de 1996.

De acordo com o meteorologista Piter Scheuer, a passagem de uma massa de ar fria e úmida no oceano favorece a formação de geada, sobretudo, nas baixadas de cidades de grande altitude como São Joaquim, Urubici e Urupema.

Esse comportamento em pleno verão, segundo Piter, se deve à atuação do La Niña, que resfria as águas do oceano Pacífico equatorial.

“O La Niña tem essa característica de trazer frio fora de época. Períodos de calor bem representativos também podem acontecer, principalmente, no Oeste do Estado onde existe a influência de uma massa de ar mais aquecida”, explica (...).

______________________________________

 

Compartilhe

COMENTÁRIOS

Memória Rondonense © Copyright 2015 - Todos os direitos reservados