Construção da Ponte Internacional da Amizade - Foz do Iguaçu

24 de Setembro de 2015

A construção da Ponte Internacional da Amizade sobre o Rio Paraná é resultado do acordo celebrado entre o Brasil e o Paraguai, para oportunizar ao país vizinho o acesso ao mar. O tratado para a construção da ponte foi assinado em 29 de maio de 1956 e as obras foram iniciadas nos meses seguintes. Ao ser concluída, na época, ela foi "um recorde mundial em ponte de concreto armado e o  arco engastado com 290 metros" (Wikipédia).

O historiador Francisco Doratioto, em: Paraguai: Mediterraniedade e Política Externa até 1989, publicado na revista eletrônica "Revista de Relações Internacionais da UFGD¹", p. 12, 13 e 14, assinala que os presidentes Juscelino Kubitschek do Brasil e Alfredo Stroessner assinaram o termo de início das obras em 06 de outubro de 1956.

¹ Universidade Federal da Grande Dourados (MS).

Ver mais, clique aqui

O engenheiro responsável pela grande obra foi o paulista José Rodrigues Leite de Almeida (nota do pesquisador). 

 

"Números grandiosos da construção

As estruturas e material metálico para a construção da Ponte da Amizade vinham de São Paulo (SP) e Volta Redonda (RJ). Somente para a construção do arco de sustentação da obra, a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) montou uma estrutura de aço de 1.200 toneladas. 

Segundo informações levantadas pela Gazeta, somente em cimento foram utilizadas 14 mil toneladas, e mais 2,9 mil toneladas de aço. Foram consumidas 50 toneladas de pregos produzidos por 20 fábricas do Paraná, São Paulo e Santa Catarina. Outras 12 mil toneladas de parafusos usados na montagem vieram de metalúrgicas de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo" (http foz portal da cidade noticias 6564 ponte amizade completa anos).

 

"Duas inaugurações 

Na quinta-feira, 26 de janeiro de 1961, o presidente do Brasil Juscelino Kubitschek e o presidente paraguaio Alfredo Stroessner fizeram a primeira inauguração da Ponte da Amizade. Foi uma inauguração muito mais que simbólica. Aconteceu logo após a união dos arcos da estrutura. Os presidentes caminharam sobre andaimes de madeira preparados para a ocasião. Mas foi só na segunda inauguração, no sábado, 27 de março de 1965, que a obra foi oficialmente inaugurada e entregue à população dos dois países. A solenidade foi presidida pelo presidente do Brasil, Humberto Alencar Castelo Branco, e pelo seu par paraguaio, o presidente Alfredo Stroessner".

Muitos rondonenses trabalharam na edificação da ponte que foi acesso para milhares de rondonenses na grande migração de brasileiros para se estabelecerem no Paraguai, nas décadas de 1980/1990 (nota do pesquisador). 

 

 


Compartilhe

COMENTÁRIOS

Memória Rondonense © Copyright 2015 - Todos os direitos reservados